30 C
Vitória
domingo, 17 janeiro, 2021

Vitória: editais de ocupação para espaços culturais estão abertos

A Prefeitura de Vitória está com editais de ocupação das áreas culturais da Capital abertos até o dia 10 de junho. O objetivo é ampliar a diversidade e a transparência na escolha das programações dos espaços

Os recursos para cada edital são oriundos do FunCultura. Somente poderão receber os recursos os proponentes domiciliados no município de Vitória. Podem participar do edital pessoas físicas (indivíduos ou representantes de grupos ou coletivos, maior de 18 anos, que atue como artista e/ou produtor cultural) ou pessoas jurídicas (empresas ou instituições que comprovem atuação na área artística e/ou cultural).

A ocupação por meio de editais é uma meta do Plano Municipal de Cultura, que estabelece as diretrizes da política cultural do município entre os anos de 2014 e 2024. Cada um dos quatro editais apresenta especificidades.

“Os editais são, no que diz respeito ao poder público, a mais democrática das formas de fomento cultural. É uma obrigação desse poder estimular a produção de cultura, a veiculação de inteligência, a realização artística. Sem essa ferramenta, o processo fica incompleto ou pode até não ser iniciado. A secretaria de Cultura cumpre sua parte nesse método de produção”, disse o secretário municipal de Cultura, Francisco Grijó.

Outras informações podem ser obtidas na página dos Editais da Cultura, pelos telefones (27) 3132-5295 (Casa Porto das Artes Plásticas); (27) 3222-4560 (Mucane) e (27) 3132-8372 (Museu do Pescador) ou na Secretaria Municipal de Cultura, localizada na avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1927, Bento Ferreira.

Casa Porto das Artes Plásticas

O Edital de Ocupação da Casa Porto das Artes Plásticas irá contemplar 12 projetos de ocupação em artes visuais, individuais ou coletivas em duas categorias: Exposição Artística e Ação Cultural.

Categoria I – Exposição Artística: apresentação pública de obras de artes visuais, para fins de criar, difundir, promover, produzir, montar, mostrar, divulgar e informar a produção simbólica e cultural, realizada por artistas, curadores e produtores culturais, que utilizam linguagens e meios artísticos, tais como: pintura, gravura, desenho, escultura, objeto, instalação, fotografia, vídeo, vídeo instalação, performance, happening, multimídia, mídias eletrônicas e digitais, artes integradas, dentre outros; a ser realizada no espaço expositivo do museu, localizado no 2º andar, que conta com uma área total de 185m².

Categoria II – Ação Cultural: projetos de artes visuais, relacionados à arte-educação, formação, pesquisa, crítica, dentre outros, podendo ser apresentado no formato de oficina, seminário, performance, instalação, roda de conversa, dentre outros; a serem realizados nas demais áreas do museu, como: auditório, sala de oficina, área externa, entre outras.

O Museu Capixaba do Negro fica no Centro (fotografia – Divulgação)

Museu Capixaba do Negro “Verônica da Pas” – Mucane

O Edital de Ocupação do Museu Capixaba do Negro irá contemplar 12 projetos de ocupação em artes visuais, individuais ou coletivas, a serem realizados por proponentes autodeclarados negros (preta ou parda, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE) nas categorias Exposição Artística e Ação Cultural.

Categoria I – Exposição Artística: apresentação pública de obras de artes visuais, voltadas para as expressões artísticas da população negra, culturais e tradicionais de matriz africana, para fins de criar, difundir, promover, produzir, montar, mostrar, divulgar e informar a produção simbólica e cultural, realizada por artistas, curadores e produtores culturais, que utilizam linguagens e meios artísticos, tais como: pintura, gravura, desenho, escultura, objeto, instalação, fotografia, vídeo, vídeo instalação, performance, happening, multimídia, mídias eletrônicas e digitais, artes integradas, dentre outros; a ser realizada no espaço expositivo do museu, localizado no 2º andar, que conta com uma área total de 300m².

Categoria II – Ação Cultural: projetos que poderão ser relacionados à gastronomia, literatura, dança, música, teatro, memória, audiovisual, religião, dentre outras expressões artísticas da população negra, culturais tradicionais de matriz africana, que poderão ser apresentadas no formato de oficina, seminário, mostra, performance, espetáculo, roda de conversa, dentre outros; a serem realizadas nas demais áreas do museu, como: auditório, biblioteca, espaço café, área externa, sala de oficina.

Museu do Pescador (Fotografia – Divulgação)

Museu do Pescador

O Edital de Ocupação do Museu do Pescador irá contemplar a seleção de cinco projetos de ocupação, individuais ou coletivas, nas categorias Exposição Artística e Ação Cultural.

Categoria I – Exposição Artística: apresentação pública de obras de artes visuais, voltadas para as expressões artísticas, culturais e tradicionais, para fins de criar, difundir, promover, produzir, montar, mostrar, divulgar e informar a produção simbólica e cultural que valorizem os aspectos tradicionais da comunidade da Ilha das Caieiras, realizada por artistas, curadores e produtores culturais, que utilizam linguagens e meios artísticos, tais como: pintura, gravura, desenho, escultura, objeto, instalação, fotografia, vídeo, vídeo instalação, performance, happening, multimídia, mídias eletrônicas e digitais, artes integradas, dentre outros; a ser realizada no espaço expositivo do museu, localizado no térreo, podendo ser estendidos ao seu entorno.

Categoria II – Ação Cultural: projetos que poderão ser relacionados a gastronomia, literatura, dança, música, teatro, memória, audiovisual, dentre outras expressões artísticas, culturais tradicionais, que poderão ser apresentadas no formato de oficina, seminário, mostra, performance, espetáculo, roda de conversa, dentre outros; a serem realizadas nas áreas do museu, podendo ser estendidos ao seu entorno.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Juíza federal dá 24h para União e AM apresentarem plano para oxigênio

Os órgãos pedem uma liminar urgente para obrigar os governos federal e estadual a agirem para resolver a situação de desabastecimento de oxigênio

Cresce pressão por impeachment de Bolsonaro

circula nas redes e em aplicativos de mensagens uma convocação de opositores do governo para um "panelaço" nesta noite às 20h30

PT vai ao STF para pedir atuação do governo federal na crise de Manaus

O estoque de oxigênio se esgotou em diversos hospitais e pacientes morreram por asfixia, segundo relato de médicos

Bolsonaro evita falar sobre permanência de presidente do BB

o comunicado foi considerado inoportuno no momento em que o Executivo negocia apoio com parlamentares em troca de aliados

Pazuello diz que vacinação deve começar em 20 de janeiro

O ministro disse aos prefeitos que as doses da vacina de Oxford/AstraZeneca devem chegar aos Estados na segunda-feira, 18

Prefeitos reúnem-se com Pazuello para discutir vacinação

Apesar de não ter batido o martelo sobre uma data para o início da vacinação no País, na melhor hipótese, começa em 20 de janeiro

ES Brasil Digital

ESBrasil-184 - Retrospectiva
Continua após publicidade

Fique por dentro

Produção agropecuária de 2020 alcança R$ 871 bilhões

as variáveis determinantes para os resultados estão relacionadas aos preços dos produtos no mercado interno

Balança comercial do agronegócio soma US$ 100,81 bilhões em 2020

esses setores foram responsáveis por 80% das exportações do agronegócio em 2020, contra os 78,9% de participação registrados em 2019

Conab estima colheita de 264,8 milhões de toneladas de grãos

A Conab ressalta que, neste quarto levantamento, houve uma revisão da periodicidade e metodologia do quadro de oferta e demanda de arroz

2ª onda não tem mesmas consequências econômicas da 1ª

Bruno Serra afirmou também que a instituição precisou adotar um grau de estímulo monetário "forte" no Brasil

Vida Capixaba

Festival verão sem aglomeração

O Festival de Verão sem Aglomeração acontece de 18 a 23 de janeiro

Vai um queijinho aí?

O município de Ibitirama ganhou sua primeira agroindústria, o negócio é uma queijaria e foi o primeiro estabelecimento de 2021

Aquaviário: Transporte parece mais perto!

Serão quatro estações em três cidades, duas em Vitória, uma em Vila Velha e outra em Cariacica

Edição Especial dos Cafés Campeões

Produtores foram homenageados pela Cooperativa Cooabriel
Continua após publicidade