20.5 C
Vitória
domingo, 13 junho, 2021

Vereador de Cachoeiro morre vítima de Covid

O vereador chegou a ficar duas semanas em isolamento, mas com o agravamento do seu quadro de saúde foi intubado

Por Josué de Oliveira

O vereador de Cachoeiro de Itapemirim Sílvio Coelho Neto morreu na manhã desta sexta-feira (4) vítima da Covid-19. Silvinho estava internado desde o dia 18 de maio na UTI do hospital Evangélico.

O vereador chegou a ficar duas semanas em isolamento, mas com o agravamento do seu quadro de saúde, foi intubadoe passou por traqueostomia. 

O corpo de Silvinho foi transferido para o Cemitério Parque, no bairro IBC. O cortejo foi realizado em carro do Corpo de Bombeiros até o cemitério de Conduru, cidade do vereador.

O presidente da Câmara, Brás Zagotto (PV) disse que a morte do parlamentar é uma grande perda para o município e já anunciou o luto oficial por três dias.

“Estou chocado e muito triste. Silvinho era um excelente vereador, muito presente na Câmara, um grande guerreiro. Era querido por todos, excelente ser humano, e muito ligado à família e à comunidade de Conduru”, declarou.

Segundo ele, é mais um grande amigo que se vai. “Só posso deixar meus sentimentos à família e desejar que tenham forças para suportar a dor, que é imensa para todos nós”, lamentou o presidente.

Biografia

Cachoeirense, morador do distrito de Conduru, Silvinho tinha 54 anos e cumpria seu segundo mandado na Câmara Municipal, pelo partido Republicanos.

Filho de Yvonne Salles Coelho Filho e Ilo Coelho, vinha de família com grande expressão política no município. Seu pai foi vereador em 1976, presidente da Câmara e vice-prefeito. O irmão Marcos Coelho também foi vereador e presidente da Câmara. Empresário, comandava junto com o pai a tradicional Padaria e Confeitaria Santa Rita, em Conduru.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade