26.9 C
Vitória
terça-feira, 31 março, 2020

Varejo

Leia Também

Especialistas discutem soluções para a Região Metropolitana

Durante o ES Brasil Debate, realizado em Vitória, gestores apresentaram possibilidades de melhoria para "destravar" a Região Metropolitana da Grande Vitória (RMGV) Discutir soluções integradas...

Novo coronavírus: automedicação pode ser um perigo

Muitas pessoas buscam a farmácia mais próxima para comprar vários remédios, inclusive os usados no tratamento da malária e do lúpus. Cuidado com a automedicação!

Sobe para 84 casos confirmados do novo coronavírus no ES

Subiram para 84 o número de confirmados do coronavírus. Seriam 85, devido a um paciente do Rio de Janeiro que buscou atendimento em uma unidade de saúde local.

ES registra três casos de transmissão comunitária

A partir desse nível de contaminação, o Estado passa para o mesmo estágio de transmissão que RJ e SP. Novos testes serão adquiridos nesta semana.

As tão polêmicas previsões do presidente Lula feitas no final do ano passado, de que a crise internacional chegaria como uma marola na “praia brasileira”, podem ser definidas como otimistas em demasia, mas não ficaram tão distantes da verdade para alguns segmentos. O varejo no país cresceu mais que o esperado, puxado principalmente pelos setores de automóveis e supermercados.
Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em agosto as vendas no país registraram um aumento de 4,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

De fato, 23 estados registraram bons resultados na comparação, com destaque para o Piauí e Sergipe, com alta, respectivamente, de 23,9% e 17,5%, respetivamente. O Espírito Santo foi um dos poucos a ter uma ligeira queda (-4,0%), mas nada que pareça preocupar o mercado. Afinal, perto de uma catástrofe anunciada pelos mais pessimistas no início da crise, a queda no varejo capixaba não foi tão significativa. Na análise feita pelo IBGE em outubro, as vendas subiram 1,4% em relação a setembro, e surpreendentes 8,4% se comparadas a outubro de 2008.

“O ano de 2009 foi de surpresas. Começamos temendo uma tempestade que, felizmente, acabou não chegando. Sobretudo nos últimos meses, aconteceu uma aceleração nas vendas. Características atuais como diminuição da burocracia e mais facilidade para o crédito não deixaram que os pequenos lojistas ficassem em situação difícil”, disse Estanislau Ventorim, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Vitória.

Segundo ele, também ficou estável o nível de inadimplência, contrariando o que se pensava no início da crise. “Acho que os brasileiros, que já passaram tantos apertos com planos, pacotes e uma inflação imensa, se habituaram a passar por crises. Por isso, acabou nos atingindo pouco. As pessoas se endividaram menos do que era previsto neste cenário. Problemas com cheques diminuíram, mas é preciso frisar que a própria aceitação de cheques no comércio também caiu. No varejo capixaba, se paga principalmente com cartão, depois dinheiro vivo, cheque e, em quarto lugar, o crediário próprio”, explicou.

Supermercadistas comemoram bom ano

O ano de 2009 foi de celebração para os supermercados do Espírito Santo. Em uma comparação dos 10 primeiros meses deste ano com o mesmo período de 2008, o crescimento das vendas chega a 5,59% . E não é só isso. Se as previsões do setor para as compras de Natal e Ano Novo se confirmarem, 2009 deverá ser fechado com um crescimento de 7%. Nada mal para um setor que tem que lidar com o grande desafio da alta carga tributária e seus impactos, com o aumento de produtos, serviços e custos de operação em geral.

“Não houve pessimismo no setor, mas sim incertezas quanto ao melhor posicionamento frente ao mercado que saía de uma crise. Os supermercados vendem itens de primeira necessidade, como alimentos, e o que esperávamos não era uma queda brusca de vendas, mas sim uma pesquisa maior por menores preços. Em tempos de crise, o consumidor busca diminuir seus gastos com itens de segunda necessidade, além de reduzir as despesas com alimentação fora do lar e com outras opções de lazer. Cabe ao supermercadista saber agir, trabalhando sua loja para receber esse cliente, de forma que o mesmo sinta prazer em fazer suas compras e encontre um mix de produtos que atenda a todas as suas expectativas”, frisou Hélio Hoffmann Schneider, superintendente da Associação Capixaba de Supermercados (Acaps).

Segundo Hélio, as empresas do varejo de alimentos capixaba já estavam estruturadas para consolidar as metas e não postergaram seus planos. “Esse ano foram abertas novas lojas em todo o Estado, de norte a sul, além de reformas e ampliações. O autosserviço tem atendido uma demanda crescente de mercado, inovando em conceitos e em tecnologia e acompanhando o comportamento do consumidor”, explicou.

De acordo com o superintendente, o fenômeno por trás do aumento das vendas é explicado ainda por outros fatores. “O período de chuvas pelo qual passamos esse ano e a ocorrência de muitos feriados prolongados também fizeram com que o consumidor procurasse o supermercado para garantir o entretenimento em sua própria casa. Estimamos crescer 7% em 2009, e as classes D e E foram importantes propulsores desse percentual. A demanda também foi sustentada pelo crescimento da massa salarial. Ao contrário do que se previa, o desemprego não foi um contratempo esse ano”, disse Schneider.

 

Publicidade

ES Brasil Digital

ES Brasil 174
Continua após publicidade

Fique por dentro

Negociação é o caminho para aluguel de pontos comerciais

A negociação com responsabilidade pressupõe real demonstração das consequências da crise e percepção recíproca para encontrar um ponto de equilíbrio das partes.

Consumo de internet aumenta 25% durante isolamento social

Por conta do isolamento social, o consumo de internet aumentou consideravelmente durante o mês de março no mundo inteiro, inclusive no Brasil e no Espírito Santo.

Governo anuncia medidas econômicas contra impactos da covid-19

Nesta sexta-feira (27), o presidente da República e representantes das proincipais instituições financeiras do país anunciaram linha de crédito emergencial.

PIB capixaba fica estável no último trimestre de 2019

Comércio foi o que puxou o PIB no quarto trimestre de 2019, setores de informática e veículos tiverm maior alta. Indústria apresentou retração.

Vida Capixaba

19 de Julho: 3ª Corrida Amaes Azul

A corrida em solidariedade a causa do autismo tomará a 3ª Ponte, num trajeto de 10.800 km entre Vitória e Vila Velha. Será no dia 19 de julho

PRF recebe doações de alimentos e kits de higiene para caminhoneiros

A ideia da campanha Siga em Frente, Caminhoneiro é minimizar os efeitos da situação causada pelo novo coronavírus e possibilitar condições de trabalho.

Festival promove apresentações de artistas nas mídias sociais

O Festival Fico em Casa, uma ideia que permite ao internauta a contemplar apresentações de nomes do rock, indie, samba, funk, MPB e muito mais.

Xô, coronavírus: “Dia de Cantoria” vai levar música para quarentena

O Dia de Cantoria é um projeto de musicalização infantil nas mídias sociais. É uma iniciativa idealizada por 4 amigos com experiência em musicalização
Continua após publicidade