20.9 C
Vitória
terça-feira, 24 maio, 2022

Valorização capixaba em espetáculo de vídeodança

espetáculo
Foto: Divulgação - Grupo Estirpe

As videodanças terão a sua estreia no dia 24 de julho, no YouTube do Coletivo Emaranhado

Conhecer para valorizar. A partir deste princípio o Coletivo Emaranhado e o Grupo Estirpe montaram o projeto de videodança “Vitória X Mucurici: Aproximando Saberes”, resultado da residência coreográfica na cidade de Mucurici (ES). Com a participação de mais de 25 profissionais, a ideia é estabelecer a ponte entre ambos grupos de dança, reconhecendo as trajetórias na dança e expandir o mercado de arte cênica capixaba. As videodanças terão a sua estreia no dia 24 de julho, no YouTube do Coletivo Emaranhado.

“Nosso objetivo foi fomentar a discussão e o diálogo sobre as produções artísticas de espetáculos, cenas e composições coreográficas de grupos capixabas que estão em cenários culturais distintos, ainda que pertencendo à mesma cartografia capixaba. Colocamos em exercício um conteúdo programático por meio virtual e prático que une a atuação cênica, a direção teatral, a teoria e estética das artes cênicas e também a cenografia e coreografia”, explica Maicom Souza, um dos bailarinos participantes do Coletivo Emaranhado.

Os grupos se conheceram em 2016, quando o Coletivo Emaranhado foi à cidade de Mucurici, que fica na microrregião nordeste do Espírito Santos, a fim de apresentar o espetáculo Ser (Tão). A produção local era de responsabilidade do diretor do Grupo Estirpe, Fabrício Santos, e a partir desse contato os grupos começaram a estreitar os laços e, de lá para cá, começaram a planejar uma parceria.

“A principal proposta do projeto ‘Vitória X Mucurici: Aproximando Saberes’ é proporcionar aos artistas um contato com diferentes públicos – o da Região Norte e o da Metropolitana no Espírito Santo – a fim de capacitar os participantes para a prática profissional ao utilizar a troca de experiências das práticas artísticas cotidianas de cada grupo”, define Maicom.

dança de rua
Foto: Divulgação – Coletivo Emaranhado

Além das videodanças “Ser (Tão)”, do Coletivo Emaranhado (Vitória/ES) e “Contando Histórias”, do Grupo de Teatro e Dança Estirpe, também foram elaboradas rodas de conversas temáticas, oficinas, workshops e artigos acadêmicos. Este projeto foi idealizado por Maicom Souza, com realização da Bule Estúdio Criativo, com recursos da Lei Aldir Blanc, por intermédio da Secretaria de Estado da Cultura do Espírito Santo, direcionados pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo e pelo Governo Federal. O “Vitória X Mucurici: Aproximando Saberes” é um projeto aprovado no Edital de Seleção de Projetos e Concessão do Prêmio “Artes Integradas”.

A equipe técnica é composta por Maicom Souza (direção de produção e coreográfica, produção), Ricardo Reis (direção artística e coreográfica), Fabrício de Jesus (direção coreográfica) e Daiana Rocha (direção de fotografia, edição, finalização e fotografia). As fotos still e a arte gráfica foram realizadas por Bernardo Firme, enquanto Thaís de Luca e Dete Nascimento ficaram por conta do figurino. Também participaram Érica Ortolan (assessoria jurídica), Thay Bettini (revisão ortográfica), Dori Sant’Ana (trilha sonora) e Léia Rodrigues (preparação cênica).

O projeto Vitória X Mucurici: Aproximando Saberes contou com as bailarinas e bailarinos: Amanda Oliveira; Ana Maria Novais; Bia Sena; Clara Barros; Diedra Rovena; Érica Ortolan; Fabricio de Jesus; Flayra Prates; Gabriella Aprígio; Gessica Fernandes; Higor Henrique; João Vitor Corrêa; Maicom Souza ; Maju Sena; Patrick Vilell; Raynan Viana; e Ricardo Reis. Também contribuíram as assistentes de dança, Amanda Luzia e Érica Ortolan. E Erick Ferreira, na assistência de produção.

Serviço

Vitória X Mucurici: Aproximando Saberes na data 24 e 25 de julho nos canais do YouTube do Coletivo Emaranhado e Grupo Estirpe às 15h e live de lançamento dia 24 às 18h.

Veja o teaser

Com informações da assessoria de Belas artes 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade