23.9 C
Vitória
domingo, 19 setembro, 2021

Valdecir Torezani fala de projetos e lembra sua história: “Em 46 anos, são milhares de lotes vendidos”

Com 46 anos de atuação no mercado, dezenas de loteamentos e milhares de lotes vendidos, o empresário Valdecir Torezani conta um pouco sua trajetória nesta entrevista

Por Samantha Dias 

Aos 68 anos de idade, ele conta que quando ainda era muito jovem, ingressou no ramo imobiliário como datilógrafo e cobrador por indicação de seu irmão, que trabalhava em uma imobiliária.

Mas Torezani, com sua intuição empreendedora, percebeu que o setor estava em ascensão e buscou se qualificar, conquistando reconhecimento e prestígio no segmento.

ES Brasil: Como o senhor começou no ramo imobiliário, como aconteceu o início dessa história de sucesso e reconhecimento?

Valdecir Torezani: Antes de fundar a Imobiliária Universal, já tinha trabalhado com muitas coisas. Fui vendedor de sonho, picolé, eletrodomésticos, carnê do baú, entregador de pães e também tive uma sociedade com meu irmão em uma mercearia que, nos anos 70, era conhecida como secos e molhados.

Sempre sonhei em crescer profissionalmente, até que um dia, no ano de 1971, meu irmão, que era motorista de uma imobiliária, me indicou para uma vaga de datilógrafo e cobrador, a partir daí vi que o setor de imóveis era promissor e crescente.

Foi uma escolha vender imóveis e terrenos?

O Espírito Santo é um estado próspero em terras e com grandes oportunidades de negócios, sabia que com trabalho e dedicação eu poderia crescer e me tornar uma grande referência no mercado imobiliário.

Por que e como seguiu por esse caminho?

Naquele período, vi que o setor imobiliário estava em ascensão. A compra de um lote era sonho de muitas famílias que migraram do rural para o urbano e eu tinha a missão clara de ajudar essas pessoas a realizarem o sonho da casa própria. Fui para Belo Horizonte tirar a carteira profissional de corretor de imóveis, já com o desejo de montar minha própria imobiliária.

O começo já foi como Imobiliária Universal? Se não, a partir de quando surgiu?

Depois que conclui minha formação como corretor de imóveis, no ano de 1972, iniciei as atividades da Imobiliária Universal em 22 de maio de 1975, a partir daí, tive condições de empreender meu primeiro loteamento em Cariacica, o loteamento Campo Novo.

Valdecir Torezani, presidente da Imobiliária Universal. Foto: Renato Cabrini

Para quem vendeu o primeiro lote, você se lembra? Como foi a primeira venda?

O meu primeiro cliente foi o Sr. José Clemente. Na época ele passou na área que estava sendo loteada, viu as máquinas trabalhando e logo me procurou para adquirir um lote. Além de ser meu cliente continua sendo meu amigo até hoje.

Qual o segredo para um negócio se manter saudável por tanto tempo?

Trabalhamos com constância, responsabilidade e solidez. Somos atentos às necessidades do mercado e temos uma equipe preparada para prestar atendimento de excelência. Nossa missão é realizar o sonho da casa própria e proporcionar qualidade de vida, por isso um dos nossos diferenciais é atender cada cliente de forma personalizada e com atenção total às suas expectativas, desta forma o beneficiamos especificamente com a sua necessidade, seja com condições que cabem no seu bolso, crédito descomplicado, descontos exclusivos entre outros.

Também investimos em capital humano, acreditamos que nossos colaboradores são nosso maior patrimônio visto que eles são a energia que mantém nossa empresa viva e ativa.

A pandemia impactou o mercado imobiliário? De que forma?

Pesquisas recentes do mercado imobiliário apontaram um dado estatístico positivo e muito curioso durante a pandemia. Houve um grande aumento nas vendas de lotes mesmo em tempos de crise e isolamento social. Nossos investimentos constantes em tecnologia e em ferramentas digitais facilitaram o acesso aos nossos produtos e o processo de vendas.

No ano passado, o setor da construção civil teve aceleração, principalmente nos imóveis de alto custo. Qual foi o reflexo do ano de 2020 na comercialização de lotes?

A venda de lotes disparou no ano de 2020. Houve um crescimento muito significativo em comparação ao mesmo período do ano anterior. Os novos hábitos de consumo, como sistema de home office, necessidade de mais espaço e conforto, juntamente com juros baixos, despertou em muitas pessoas o desejo de comprar lote deixando o mercado aquecido.

Quais são os maiores desafios do seu negócio hoje em dia?

Sem dúvida os processos públicos burocráticos configuram uma barreira desafiadora nos negócios. Eles têm impacto direto na produtividade e na expansão da economia.

Nesses mais de 40 anos de atuação, quantos lotes/empreendimentos comercializados, em média?

Nesses 46 anos foram dezenas de loteamentos e milhares de lotes vendidos.

Quais são as novidades em projetos e lançamentos para o futuro próximo?

Temos 10 novos empreendimentos em andamento nas regiões de Serra, Cariacica, Viana e Guarapari, com aproximadamente 3.000 novas unidades de lotes implantado num total de  2.285.466,65 m2.

O senhor, como milhões de brasileiros, foi contaminado pela covid no ano passado, e nós pudemos acompanhar sua recuperação. Como é o Valdecir hoje recuperado?

Sempre fui um cara feliz, otimista e de bem com a vida, e isso certamente contribuiu para minha total recuperação. Hoje, continuo com a mesma filosofia de vida e negócios. Sigo dando mais ênfase em tudo aquilo que sempre valorizei. Fé em DEUS, amor à vida, ter saúde, valorizar a família e os amigos.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade