23.2 C
Vitória
segunda-feira, 30 março, 2020

Ex-deputado é preso na Lava Jato

Leia Também

Veja a diferença entre emergência em saúde e estado de calamidade

Devido à panndemia causda pela Covid-19, ações necessárias dão efeito à emergência em saúde pública. Também foi reconhecida calamidade pública no país.

Covid-19: presos ganham liberdade por liminar

Justiça determinar a soltura de todos os presos do Espírito Santo, cuja liberdade provisória tenha sido condicionada ao pagamento de fiança.

PRF recebe doações de alimentos e kits de higiene para caminhoneiros

A ideia da campanha Siga em Frente, Caminhoneiro é minimizar os efeitos da situação causada pelo novo coronavírus e possibilitar condições de trabalho.

Com famílias em isolamento, saiba como evitar acidentes domésticos

Em situação de isolamento, aumentam as chances de acidentes domésticos ocorrerem, principalmente com crianças e idosos, em ambiente físicos.

Líder na Câmara dos governos dos petistas Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, Cândido Vaccarezza é acusado de receber 500 mil reais em propina.

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (18) duas fases da Operação Lava Jato. Nas 43ª e 44ª fase, agentes cumprem mandados nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Santos.

Um dos pedidos de prisão temporária expedidos pelo juiz federal Sérgio Moro tem como alvo o ex-deputado federal Cândido Vaccarezza. O político foi líder na Câmara dos governos dos ex-presidentes petistas Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

As operações foram denominadas Sem Fronteiras e Abate. Agentes cumpriram 46 ordens judiciais – seis prisões temporárias, 29 buscas e apreensões e onze conduções coercitivas. Os presos estão sendo transferidos para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

Lava Jato

A Sem Fronteiras – 43ª fase – investiga a relação suspeita entre executivos da Petrobras e um grupo de armadores estrangeiros para obtenção de informações privilegiadas e favorecimentos em contratos milionários com empresas.

Responsável pela prisão de Vaccarezza, a Operação Abate, é a 44ª fase da Lava Jato, investiga a contratação de grandes empresas pela Petrobras. Investigações relacionadas a crimes de corrupção, desvio de verbas públicas e lavagem de ativos

Propina

Vaccarezza foi preso em São Paulo. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), o ex-deputado recebeu cerca de 500 mil dólares em propinas. Para isso, intermediou a contratação da empresa norte-americana Sargeant Marine, fornecedora de asfalto.

Os procuradores dizem a influência de Vaccarezza, em decorrência do cargo de deputado, culminou na celebração de 12 contratos, entre 2010 e 2013. Os contratos da estatal com a Sargeant Marine teve o valor aproximado de US$ 180 milhões. “As evidências indicam ainda que sua atuação ocorreu no contexto do esquema político-partidário que drenou a Petrobras, agindo em nome do Partido dos Trabalhadores (PT)”, disse o MPF em nota.

Vaccareza deixou de exercer a função legislativa ao não conseguir se reeleger em 2014. O político virou um crítico do PT depois que se desfiliou do partido, em 2016. Ele presidiu o diretório paulista do PTdoB e vinha declarando apoio ao presidente Michel Temer (PMDB) em entrevistas.

Outros alvos

Também foi decretada a prisão do representante da Sargeant Marine no Brasil e dos dois gerentes da Petrobras à época.

Já na operação Sem Fronteiras, o MPF investiga um esquema que contaria com a participação do cônsul honorário da Grécia no Brasil, Konstantinos Kotronakis, para facilitar a contratação de navios gregos, mediante o fornecimento de informações privilegiadas e o pagamento de propinas.

Grupos empresariais — dos quais Kotronakis é sócio ou tem vínculos indiretos — formalizaram contratos de afretamento com a Petrobras. Entre os anos de 2009 a 2013, os valores superam 500 milhões de dólares. “Ao menos 2% desses valores era destinado ao pagamento de propina a funcionários públicos corrompidos, operadores financeiros e agentes políticos”, afirmou o MPF.

O MPF investiga suspeita de favorecimento às empresas gregas Olympic Agencies, Perosea Shipping, Tsakos, Aegean Dynacom Tankers Management, Galbraiths e Dorian Hellas.

“Estas novas operações deixam um recado claro: empresas estrangeiras não serão poupadas na Lava Jato. Muitas multinacionais têm tradição de cooperar com as investigações, mas é uma vergonha que várias delas não tenham atuado proativamente para investigar os fatos e contribuir com a Justiça brasileira”, afirma o procurador da República Athayde Ribeiro Costa.

Publicidade

ES Brasil Digital

ES Brasil 174
Continua após publicidade

Fique por dentro

Consumo de internet aumenta 25% durante isolamento social

Por conta do isolamento social, o consumo de internet aumentou consideravelmente durante o mês de março no mundo inteiro, inclusive no Brasil e no Espírito Santo.

Governo anuncia medidas econômicas contra impactos da covid-19

Nesta sexta-feira (27), o presidente da República e representantes das proincipais instituições financeiras do país anunciaram linha de crédito emergencial.

PIB capixaba fica estável no último trimestre de 2019

Comércio foi o que puxou o PIB no quarto trimestre de 2019, setores de informática e veículos tiverm maior alta. Indústria apresentou retração.

Inflação oficial registra taxa de 0,02% na prévia de março

Índice que mede a prévia da inflação oficial, ficou em 0,02% em março deste ano. Este é o menor resultado para o IPCA-15 desde o início de 1994.

Vida Capixaba

Festival promove apresentações de artistas nas mídias sociais

O Festival Fico em Casa, uma ideia que permite ao internauta a contemplar apresentações de nomes do rock, indie, samba, funk, MPB e muito mais.

Saiba como fica o tempo neste fim de semana!

De acordo com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), o fim de semana será de tempo bom no Espírito Santo.

Xô, coronavírus: “Dia de Cantoria” vai levar música para quarentena

O Dia de Cantoria é um projeto de musicalização infantil nas mídias sociais. É uma iniciativa idealizada por 4 amigos com experiência em musicalização

Cursos online gratuitos durante o isolamento social. Veja!

A Universidade Vila Velha (UVV) preparou dez cursos rápidos, online e gratuitos, para auxiliar o aprendizado de quem quer se manter qualificado
Continua após publicidade