21 C
Vitória
quinta-feira, 18 DE julho DE 2024

Um lembrete da necessidade de proteger o meio ambiente e nosso planeta

O Espírito Santo apresenta desafios e oportunidades para um futuro mais sustentável com o meio ambiente preservado

Por Mário Louzada

O Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, serve como um lembrete urgente da necessidade de protegermos nosso planeta. É crucial refletir sobre a responsabilidade de protegermos os recursos naturais e garantir um futuro sustentável para as próximas gerações. E, mais do que reflexão, é preciso agir.

- Continua após a publicidade -

O Espírito Santo é um estado rico em belezas naturais e biodiversidade, mas também enfrenta diversos desafios ambientais que exigem atenção e ações concretas. O desmatamento, principalmente da Mata Atlântica, é um dos principais problemas, levando à erosão, perda de biodiversidade e aumento das emissões de gases do efeito estufa.

A poluição, por sua vez, afeta o ar, a água e o solo, impactando a saúde da população e os ecossistemas. A escassez de água, especialmente nas regiões mais secas, também é motivo de preocupação, assim como os eventos extremos com fortes chuvas, tal qual o exemplo recente do que aconteceu nos municípios do Sul do Estado.

Apesar dos desafios, o Espírito Santo também apresenta diversas oportunidades para um futuro mais sustentável. O Estado possui um grande potencial para o desenvolvimento do ecoturismo e das energias renováveis, por exemplo. A agricultura familiar e orgânica também pode contribuir para a sustentabilidade, com práticas que preservam o solo e a biodiversidade, e geram renda para as comunidades locais.

Para alcançar um futuro verde e próspero, é fundamental o engajamento de todos: empresas, sociedade e governo em sinergia. As empresas podem adotar práticas ambientalmente corretas, investir em tecnologias limpas e reduzir impacto ambiental. A sociedade civil, por sua vez, pode se mobilizar para cobrar ações dos governantes e das empresas, participar de atividades de conscientização e educação ambiental, e adotar hábitos de consumo mais conscientes.

Aqui no Espírito Santo, o Governo do Estado já vem atuando por meio de diversos órgãos e investindo em políticas públicas que promovem o desenvolvimento sustentável e buscam a gestão eficiente dos recursos naturais. O Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema), por exemplo, é um órgão essencial na preservação e conservação do meio ambiente.

Entre as principais atividades do Iema na promoção do desenvolvimento sustentável no Estado, estão o licenciamento ambiental, com análise e controle das atividades que podem causar impactos ambientais, a fiscalização, o monitoramento e a gestão de recursos naturais, além da educação ambiental. É um trabalho contínuo e dedicado, que contribui para a proteção dos recursos naturais, garantindo a qualidade de vida das presentes e futuras gerações.

Além disso, cada um de nós pode contribuir para a proteção do meio ambiente. Reduzir o consumo de energia e água, descartar o lixo corretamente, optar por produtos ecológicos e se informar sobre os desafios ambientais são apenas algumas das ações que podemos tomar.

Mário Louzada é diretor-presidente do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema).

Mais Artigos

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Fique por dentro

ECONOMIA

Vida Capixaba