Tumor descoberto em visita de rotina ao dentista

O dentista é capaz de prever patologias no corpo, já que a boca é uma das portas do organismo (Foto - istock)

Por isso é importante não negligenciar a ida ao dentista periodicamente

De uma a duas vezes ao ano! Essa é a recomendação dos dentistas quanto às visitas aos consultórios odontológicos. Porém, na correria diária, alguns acabam postergando essas visitas. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 55,5% dos brasileiros não vai ao dentista regularmente. Essa atitude torna difícil prever problemas, e pode ter consequências.

É o caso da Santinha Odete dos Santos, de 68 anos, que há dois descobriu que estava com um cisto benigno na mandíbula inferior, durante um exame para colocar aparelho dental.
“Eu sempre ia ao dentista regularmente, mas fiquei um período de três anos sem fazer isso, pois o profissional que me atendia havia cessado seus atendimentos. Até que fui a um que recomendou que eu utilizasse aparelho. Como ele não colocava, me indicou outra profissional”, conta a recepcionista.

Santinha Odete dos Santos ficou 3 anos sem retornar a sua dentista (Foto – Arquivo pessoal)

E foi durante os exames realizados para colocação dos aparelhos ortodônticos que Santinha descobriu o tumor. A dentista Catarina Riva, responsável pelo caso alega que a paciente não relatou qualquer sintoma, o que pode ser comum, segundo a profissional.

“Por isso é sempre muito importante fazer o que chamamos de check-up preventivo. Quando não há uma avaliação e o problema não é tratado, esses cistos aumentam e causam outros problemas na região oral”, afirma a especialista.

No caso da Santinha, após a descoberta do problema, ela teve que passar por duas cirurgias: uma para tirar o cisto e outra para fazer a reconstituição óssea na parte danificada. Ainda na primeira operação, ela perdeu dois dentes. “De início eu fiquei assustada, mas o tratamento deu certo e sigo com o com o aparelho ortodôntico”, disse.

Outras doenças

A dentista Catarina revela que outras patologias podem ser prevenidas durante as consultas clínicas. “Existem bactérias do tártaro que podem causam a endocardite bacteriana, doença que se manifesta no coração. Dores de ouvido e sinusite podem estar relacionadas à musculatura face e mastigação”, disse.

A especialista ainda lembra que é importante ter em mente que o dentista é capaz de prever não apenas problemas bucais, mas sim ajudar o organismo como um todo, já que a boca é a porta de entrada do corpo.

Leia também
Conteúdo Publicitário