21.6 C
Vitória
sexta-feira, 24 setembro, 2021

Transferência Pix poderá ser feita sem internet

O Banco Central está desenvolvendo uma funcionalidade offline para que as transações via Pix possam ser feitas mesmo em locais sem conexão com a internet

Por Samantha Dias 

A tecnologia para realizar Pix sem internet será disponibilizada “em breve”, afirmou o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

Segundo o presidente do BC, há três alternativas em estudo, sendo que a que considerada mais segura até o momento é a utilização de um cartão por aproximação que poderá ser carregado pelo usuário. “Vai funcionar como um cartão de ônibus, com uma tecnologia supersegura”, afirmou.

“Você vai poder usar o cartão no mundo offline e, quando voltar para o mundo online vai poder transferir seu saldo de volta”, explicou Campos Neto. Ele destacou o alcance do Pix e apresentou dados que mostram que a nova forma de transferir dinheiro já é utilizada em 60% das transferências no Brasil.

Pix é o pagamento instantâneo brasileiro. É um sistema lançado no ano passado pelo Banco Central que permite pagamentos e transferências instantâneas 24 horas, nos sete dias da semana, entre pessoas físicas e jurídicas, por meio de uma chave simples atribuída a cada conta bancária. Tal chave pode ser um número de telefone, CPF ou CNPJ, por exemplo. É prático, rápido e seguro. O Pix pode ser realizado a partir de uma conta corrente, conta poupança ou conta de pagamento pré-paga.

Segundo o presidente da instituição financeira, até o momento foram cadastradas mais de 125 milhões de chaves.

Com informações da Agência Brasil

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade