20.5 C
Vitória
segunda-feira, 17 maio, 2021

Toro: Fiat lança nova linha Motor Turbo 1.3 de 185 CV

Leia Também

Na linha 2022, a picape ficou com a frente mais alta, ganhou nova central multimídia, app conexão à distância e equipamentos de segurança

(AE) Em fevereiro de 2016, ao apresentar a Toro, a Fiat informou que a picape trazia características visuais, internas e comodidades de SUVs. O tamanho, intermediário, também era novidade – a única rival era a Oroch, lançada pela Renault em 2015. A marca até criou uma sigla para classificar a Toro: SUP, algo como picape utilitária esportiva.

Agora, a Fiat lança a Toro 2022 com visual redesenhado, interior mais moderno e conectado e até um novo motor. Trata-se do 1.3 flexível com turbo que gera até 185 cv de potência.

A Toro 2022 tem nove versões. A de entrada, Endurance, manteve o antigo motor 1.8 E.Torq de até 139 cv e parte de R$ 114.590. A Endurance 1.3 turbo flex sai a R$ 119.590 e a 2.0 turbodiesel, a R$ 152.590. A Freedom 1.3 turbo flex parte de R$ 131.890 e a 2.0 turbodiesel, de R$ 164.890. A Volcano 1.3 turbo flex tem tabela de R$ 144.990 e 2.0 turbodiesel, de R$ 177.690. A Ranch, a partir de R$ 185.490, e a Ultra, a R$ 187.490, vêm como o 2.0 turbodiesel de 170 cv e 35,7 mkgf, que não mudou.

Novo Visual

O destaque da reestilização de “meia vida” da Toro é a dianteira A inspiração, segundo a Fiat, vem do “dinamismo das linhas italianas”. No entanto, o estilo tem forte ligação com o da Ram 1500 e Ram 2500, sobretudo das versões de topo. A marca Ram faz parte do mesmo grupo dono da Fiat.

O painel é inteiramente novo, com um design mais horizontal Foto: Divulgação/Fiat

A Toro tem novo capô, com vincos mais profundos, para-choque e grade redesenhados. A dianteira, aliás, passa a ter quatro opções de acabamento.

Há diferenças também de detalhes, conforme a versão. Isso inclui a grade, os faróis e as luzes de LEDs de uso diurno (DLRs). As versões de topo ganharam faróis full-LEDs. Além disso, o logo da Fiat, em grandes letras maiúsculas, foi fixado na parte superior da dianteira.

Três Tamanhos de roda

As rodas de liga leve também são novas. Elas têm 16 polegadas na versão Endurance, 17″? na Volcano, Freedom e Ranch e 18″? na Ultra. A maior parte delas tem acabamento diamantado.

Atrás, a Toro não mudou. As versões de topo têm capota rígida com acionamento elétrico na caçamba. Nas demais, a capota é marítima e de lona.

Uma das novidades mais importantes está sob o capô. Trata-se do motor T270, de 1,3 litro quatro-cilindros flexível. O “T” se refere ao turbo e o 270 ao torque de 27,5 mkgf em Newton metro (Nm), já às 1.750 rpm.

Além disso, há o inédito câmbio automático de seis velocidades. O de nove marchas, das versões a diesel, não mudou.

Já as suspensões foram recalibradas. Molas, amortecedores, batentes e coxins são novos. Na frente, o sistema é do tipo McPherson e atrás, Multilink.

As versões 4×2 têm o bloqueio de diferencial E-Locker. Já nas 4×4 há a função Low (reduzida). Essas têm capacidade de carga de uma tonelada.

A cabine da Toro 2022 é moderna. O sistema multimídia tem tela de 8,4″ a 10,1″, conforme a versão. No painel de instrumentos, a tela de TFT é de 7″.

Há carregador de celular por indução e duas portas USB. Assim como ar-condicionado digital de duas zonas.

Destaque para a plataforma de conectividade Fiat Connect Me. Ela traz soluções vistas normalmente em carros bem mais caros. Além disso, há Wi-Fi nativo com conexão 4G da TIM. Porém, o recurso só está disponível a partir da versão Volcano.

O usuário pode receber informações sobre a picape no celular, computador, smartwatch ou pela Amazon Alexa. Dá para conferir à distância o nível de combustível, status do motor, quilometragem, autonomia e necessidade de manutenção.

E também acionar luzes e buzina, além do motor, para ativar o ar-condicionado, destravar e travar as portas. Há três planos de assinatura para o Wi-Fi nativo, de R$ 30 a R$ 100 por mês.

A expectativa da Fiat é que as vendas da Toro cresçam 5%. E que haja alta na participação de vendas dos motores flexíveis em relação aos turbodiesel. Por ora, 53% dos compradores preferem a Toro movida a óleo.

Veja o vídeo

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Mais Motores

Blogs e colunas