23 C
Vitória
segunda-feira, 6 abril, 2020

Terminal de Granéis Líquidos deve sair do papel após leilão

Leia Também

Metade de calorias consumidas por brasileiros vem de alimentos frescos

Segundo o levantamento, dentre os alimentos in natura e minimamente processados, o arroz correspondeu a 15,6% das calorias totais, seguido do leite, com 5%.

Pandemia: 5 dicas para quem quer entrar no mercado

Em meio aos diversos grupos impactados pela pandemia do coronavírus no país, plataformas online, redes sociais e grupos são opções para o período.

Produtores de alimentos orgânicos entregam encomendas em casa

Os consumidores podem encomendar os alimentos com os produtores ou com os empreendimentos agrícolas. A entrega deve ser combinada com o fornecedor.

Covid-19 no Brasil: 432 mortes e mais de 10 mil casos confirmados

Balanço do Ministério da Saúde divulgado neste sábado (4) aponta para 73 novos óbitos no país em razão da covid-19 O balanço dos casos de...

Governo arrecada R$ 219,5 milhões na concessão de áreas portuárias

A VIX30, área de 74,1 mil m² localizada em Capuaba, no Porto de Vitória, que vai abrigar o Terminal de Granéis Líquidos (TGL), foi leiloada por R$ 165 milhões (proposta única) pelo Consórcio Navegantes Logística (Raizen, Ipiranga e BR Distribuidora).

Prazo de arrendamento de 25 anos e previsão de investimento de R$ 128 milhões. O TGL será destinado à armazenagem e movimentação de combustíveis. O valor mínimo de outorga foi de R$ 1,00.

O leilão aconteceu, na manhã desta sexta-feira (22), na Bolsa de Valores de São Paulo, a B3. Contou com as presenças do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, do secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Diogo Piloni, do presidente da Codesa, Júlio Castiglioni, e dos diretores Bruno Fardin (Planejamento e Desenvolvimento) e Guilherme Magalhães (Infraestrutura e Operações).

“O sucesso do leilão simboliza a confiança do mercado na política econômica do Governo Federal (GF)”, destacou Castiglioni, satisfeito com o resultado do leilão. Três outros terminais portuários, localizados em Cabedelo (PB), também foram à leilão. O GF arrecadou R$ 219,5 milhões com as quatro áreas leiloadas.

Dados

O TGL vai movimentar produtos como diesel, gasolina, álcool e biodiesel, que serão drenados de navios do novo Cais de Atalaia (em construção), seguindo por dutos até a armazenagem estática (tancagem) com capacidade para 60.000 m³. A conclusão e início das operações estão previstas para 2020. O terminal para o armazenamento de combustíveis ocupará área de 74,1 mil m², e entrou como prioridade no Programa de Parcerias e Investimentos (PPI) do GF.

Atualmente, a grande maioria das descargas de navios com combustíveis vem ocorrendo através de porto privado, portanto, fora da gestão da Codesa. O TGL vai atender ao mercado de combustíveis regional.

Outras áreas

No mesmo leilão três áreas localizadas em Cabedelo, na Paraíba, foram adquiridas pelo Consórcio Nordeste, representado pela Corretora Ativa. Apenas uma proposta, no valor de R$ 6,021 milhões, foi feita pelo primeiro lote, em Cabedelo (Ai-01). Também localizados em Cabedelo, o segundo e o terceiro lote foram arrematados por R$18,005 milhões e R$ 30,503 milhões, respectivamente.

Os investimentos previstos nos quatro terminais são de R$ 199 milhões. As áreas localizadas na Paraíba são concessões com prazo de arrendamento de 25 anos classificadas como brownfield – regiões já existentes, que vão receber melhorias operacionais com contratos mais modernos e eficientes.

Após o leilão, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, disse, em coletiva, que as expectativas do governo foram superadas com o leilão, e que o certame demonstra a confiança que o mercado tem no atual governo, o que pode ser positivo para os próximos leilões previstos para o setor.

“Estamos satisfeitos com o resultado porque superou as expectativas, que reafirma a confiança do mercado no atual governo, uma vez que o resultado superou nossa expectativa de ágio”, disse o ministro. “Mas só ágio não é nosso objetivo, que é o de estimular e impulsionar investimentos [nos empreendimentos]”, acrescentou.


LEIA MAIS

– Para entidade industrial, privatizações e concessões são cruciais
– Governo prevê concessão de pelo menos 15 trechos de rodovias até 2021

Publicidade

ES Brasil Digital

ES Brasil 174
Continua após publicidade

Fique por dentro

Como proteger o fluxo de caixa em tempos de pandemia?

O que vem pela frente, agora, são os debates sobre a possibilidade de os empresários usarem o argumento de força maior.

5 vantagens que a atividade física traz ao mercado de trabalho

Exercícios físicos podem ajudar as pessoas a terem uma vida mais prazerosa e crescerem profissionalmente Com a correria do dia a dia, muitas pessoas entram...

Venda de imóvel? Saiba o que é lucro imobiliário e o impacto no IR

O ucro imobiliário se configura quando o proprietário vende um imóvel por um valor mais alto do que comprou. Veja os impactos causados no IR.

Coronavírus pode reduzir exportações em US$ 18,6 bi, informa CNI

A projeção inicial foi baseada na estimativa de que o PIB global encolherá 1,1% em 2020. A quantidade exportada deve cair 56 milhões de toneladas.

Vida Capixaba

Filme sobre o novo coronavírus já está pronto. Veja o trailer!

“Corona” é o nome do longa que será lançado em breve.O filme conta a história de sete pessoas presas em um elevador e uma delas está infectada.

Confira a previsão do tempo para o fim de semana!

O tempo ficará instável neste fim de semana, segundo o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper).

Semana Santa marcada pela tradicional torta capixaba

A tradicional Torta Capixaba, um dos pratos mais tradicionais da época, será vendida nos estabelecimentos, apesar da crise causada pelo novo coronavírus.

Tempo: o que esperar para abril?

O mês de abril será marcado por temporais, chuvas volumosas e potencial para alagamentos. O mês começa com alerta e situação de perigo para chuvas fortes.
Continua após publicidade