25.9 C
Vitória
sábado, 4 dezembro, 2021

Tendências para o ano novo

Mais Artigos

O que as empresas podem esperar de 2021

Chegamos ao final de 2020; um ano de desafios impostos por uma pandemia jamais vista. Os efeitos dessa crise sanitária causaram profundos impactos nos negócios e tornam o futuro ainda mais incerto. Passado o momento em que a ordem era sobreviver em meio ao caos, é hora de pensar nas tendências para 2021, que trazem riscos, mas também oportunidades.

Os esforços globais de combate ao COVID-19 injetaram muita liquidez nas economias, reduziram juros a praticamente zero, senão negativos. Tais circunstâncias trazem grandes possibilidades para países em desenvolvimento, como o Brasil. Ainda que a situação fiscal aponte para problemas no futuro, 2021 deve reservar uma janela de oportunidade para bons negócios.

A transformação digital tornou-se um imperativo para às empresas. Digitalizar os processos exigirá mudanças fundamentais de tecnologia, cultura e operações.

A tecnologia facilita as operações da empresa e abre espaço para o foco naquilo que realmente importará daqui frente: o propósito. 2021 é o ano para se focar no lucro com impacto social e ambiental, para se priorizar o bem-estar da humanidade.

O home office, que se tornou tão comum, dá o tom para a necessidade de flexibilidade no ambiente de trabalho. Os novos profissionais – os nativos digitais – têm valores e necessidades bastante diferentes das gerações anteriores. Eles não priorizam a estabilidade no trabalho, mas a qualidade de vida, a saúde física e mental, a autogestão e o desenvolvimento humano. Estar atento a isso será fundamental para as empresas atraírem talentos com sucesso.

No campo do marketing, destaca-se a integração on-line e off-line. As transações comerciais se darão cada vez mais no meio virtual e as lojas físicas deixarão de ser apenas um local de compras, mas um espaço onde as marcas deverão proporcionar experiências cada vez melhores aos seus consumidores.

As empresas também devem considerar o marketing digital em seus planos para o ano novo. Vale destacar os conteúdos digitais gerados pela empresa ou pelos próprios usuários, as vendas pelas redes sociais, as interações ao vivo (lives) com o público-alvo e outras estratégias digitais cada vez mais inteligentes. O futuro já chegou. Como sua empresa irá vivê-lo?


Reinventando as Organizações: Um guia para criar organizações inspiradas no próximo estágio da consciência humana

Frederic Laloux

Partindo de diversos paradigmas que marcaram a evolução das organizações, o autor apresenta um modelo organizacional, baseado na descentralização de poder e na autogestão e explica as condições necessárias para que esse novo tipo de organização funcione.

Laloux identificou e estudou doze organizações, de segmentos e portes variados, com e sem fins lucrativos, que trabalham de acordo com esse paradigma. São empresas que variam do home care à fabricação de autopeças, de processamento de massas de tomate à vestuário. Com riqueza de detalhes, o autor mostra como essas empresas reinventaram seus sistemas de gestão, envolvendo estrutura organizacional, tomada de decisões, remuneração, gestão de desempenho e informação.

Frederic Laloux foi sócio da McKinsey & Co, é coach, conselheiro e facilitador para líderes corporativos que buscam adotar novos sistemas organizacionais.

O livro é indicado para todos que busquem modernizar a gestão dos seus negócios, tornando-a mais alinhada ao propósito e adequada a estágio de evolução da consciência humana.


“ Estamos aqui para fazer alguma diferença no universo, senão, por que estar aqui?”  (Steve Jobs)

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba