24.7 C
Vitória
domingo, 24 janeiro, 2021

Técnica de pintura pode virar patrimônio imaterial

Trazido por imigrantes europeus o Bauernmalerei é muito utilizado na região serrana do Espírito Santo

Por Leulittanna Eller Inoch 

Uma técnica de pintura germânica chamada Bauernmalerei, criada por camponeses da Alemanha, Áustria e Suíça e que foi trazida para o Brasil por imigrantes pode se tornar patrimônio imaterial do Estado.

A técnica de pintura campestre, que retrata pássaros e flores, é um artesanato que representa a região serrana do Espírito Santo. Segundo o autor da proposta, deputado Adilson Espindula (PTB), o Bauernmalerei já é patrimônio cultural imaterial de Marechal Floriano (Lei Municipal 1.769/2016) e patrimônio cultural de natureza imaterial de Domingos Martins (Lei Municipal 2.826/2017).

A Agência das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes) considera, desde 2016, a pintura campestre como artesanato oficial de Domingos Martins. Aplicada sobre portas, janelas, molduras e outros objetos, essa técnica de pintura caracteriza-se por pinceladas livres e únicas, em forma de vírgula, gota ou “S”.

Para Espindula, a iniciativa objetiva dar ainda mais abrangência a uma atividade que está incorporada à economia e à cultura da região serrana do Espírito Santo.

Tramitação

O PL 652/2020 já conta com parecer favorável das comissões de Justiça e Cultura. Antes de ser votado pelo Plenário, deve ser analisado ainda pelo colegiado de Finanças.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Mucane e Circuito Cultural de Vitória retomam aulas na próxima segunda-feira

Oficinas presenciais de percussão, cavaquinho, dança afro brasileira na modalidade “Tribal” e capoeira

TOTVS Espírito Santo foi eleita a melhor unidade do Brasil em 2020

A TOTVS é conhecida como a maior empresa de tecnologia do Brasil, e sua unidade do ES foi eleita a melhor unidade do Brasil em 2020

Queijos: segunda maior agroindústria capixaba

Queijos com adição de especiarias e ervas finas, com recheio de geleias de frutas, doce de leite e embutidos, ou até defumados, são algumas versões de queijos capixabas que demonstram a potencialidade do setor

Prêmio de fotografia ‘As belezas que Anchieta viu’

O Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) divulgou, nesta terça-feira (19), o resultado do prêmio de fotografia “As belezas que Anchieta viu”

Novas espécies de insetos são descobertas no Espírito Santo

Oito novas espécies de insetos foram descobertas na região norte do Espírito Santo

ES Brasil Digital

ESBrasil-184 - Retrospectiva
Continua após publicidade

Fique por dentro

Série histórica mostra ocupação hoteleira durante a pandemia

Já estão disponíveis no Observatório do Turismo os dados relativos à taxa de ocupação hoteleira relativa ao ano de 2020, nos municípios de Vitória, Vila Velha e Serra

Sicoob inicia 2021 com recordes de movimentações financeiras

Instituição tem atuado para facilitar acesso a produtos e serviços financeiros aos seus mais de 5 milhões de cooperados

Concessão da Codesa: o que muda!

A Federação das Indústrias do Espírito Santo promoveu uma audiência para esclarecer o setor produtivo sobre o processo de desestatização da Codesa, a Companhia Docas do ES

Produção agropecuária de 2020 alcança R$ 871 bilhões

as variáveis determinantes para os resultados estão relacionadas aos preços dos produtos no mercado interno

Vida Capixaba

Mucane e Circuito Cultural de Vitória retomam aulas na próxima segunda-feira

Oficinas presenciais de percussão, cavaquinho, dança afro brasileira na modalidade “Tribal” e capoeira

TOTVS Espírito Santo foi eleita a melhor unidade do Brasil em 2020

A TOTVS é conhecida como a maior empresa de tecnologia do Brasil, e sua unidade do ES foi eleita a melhor unidade do Brasil em 2020

Queijos: segunda maior agroindústria capixaba

Queijos com adição de especiarias e ervas finas, com recheio de geleias de frutas, doce de leite e embutidos, ou até defumados, são algumas versões de queijos capixabas que demonstram a potencialidade do setor
Continua após publicidade