Sicoob ES libera R$ 570 milhões para produtores rurais

O Sicoob ES contabiliza R$ 2,9 bilhões investidos no agronegócio nos últimos cinco anos e mais de R$ 720 milhões liberados do Funcafé, no mesmo período (Fotografia - Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Em relação à safra anterior, esse valor é 6,84% maior

O Sicoob ES vai liberar mais de R$ 570 milhões em crédito rural durante a safra 2019/2020, período que corresponde de julho deste ano até junho de 2020. O montante é proveniente do Plano Safra, que abrange fundos para o financiamento de custeio, comercialização e investimento.

Para o custeio, serão liberados R$ 390 milhões do total. Para a comercialização, R$ 110 milhões, e para operações de investimento, R$ 70 milhões. Em nível nacional, o Sicoob vai disponibilizar R$ 14 bilhões.

No segmento de custeio, estão incluídos o financiamento de insumos, tratos culturais, colheita, beneficiamento e industrialização do produto financiado, além da produção de mudas e de sementes certificadas e fiscalizadas. As operações de investimento e comercialização abrangem as melhorias para o aumento da produção no campo.

O Plano Safra, do Ministério da Agricultura, vai atender o pequeno, o médio e o grande produtor. Após duas décadas, o programa foi lançado em uma única etapa para abranger empreendedores rurais de todos os portes.

Ao todo, foram reservados R$ 225,59 bilhões para o plano agrícola e pecuário e R$ 1 bilhão para o seguro rural. Na distribuição do montante, estão incluídas todas as instituições financeiras que operam com crédito rural.

Incentivo

O Sicoob ES faz operações de crédito rural em todo o Estado e trabalha com variadas linhas de financiamento, o que possibilita a aplicação de recursos em todos os segmentos do agronegócio capixaba, conforme enfatiza o diretor-executivo do Sicoob ES, Nailson Dalla Bernadina.

“O incentivo ao setor rural é de extrema importância para o desenvolvimento da economia, em níveis regional e nacional, e para o fortalecimento de iniciativas que visem à otimização de recursos. O ganho é para toda a sociedade”, destaca o diretor-executivo.

Além de dispor de linhas próprias, o Sicoob ES é o maior repassador do Estado de recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé). A instituição trabalha com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes).

A instituição financeira cooperativa contabiliza R$ 2,9 bilhões investidos no agronegócio nos últimos cinco anos e mais de R$ 720 milhões liberados do Funcafé, no mesmo período.


LEIA TAMBÉM
Conteúdo Publicitário