23.9 C
Vitória
segunda-feira, 24 junho, 2024

Senado dividido ameaça aprovação de reforma de Milei

A oposição detém 33 senadores e poderia bloquear a pauta se obtiver o apoio de pelo menos quatro parlamentares

O governo do presidente da Argentina, Javier Milei, completa seis meses hoje envolto em incertezas sobre a aprovação de uma legislação central em sua agenda econômica. Conforme relatos de múltiplos veículos da imprensa local, a chamada Lei de Bases chega ao Senado com um margem apertada de votos.

No final de semana, o chefe de gabinete do país, Guillermo Francos, evitou declarar diretamente se espera a aprovação da matéria. Francos explicou que a oposição detém 33 senadores e poderia bloquear a pauta se obtiver o apoio de pelo menos quatro parlamentares. “Vamos saber no dia da votação”, afirmou.

- Continua após a publicidade -

Segundo o jornal Clarín, o governo contabiliza ter assegurado 36 votos a favor da proposta. O fiel da balança será o partido União Cívica Radical, de Martín Lousteau, que ainda não indicou como votará.

Em uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira, o porta-voz do governo, Manuel Adorni, afirmou que a equipe econômica conseguiu resultados “excelentes” com os instrumentos disponíveis e que os próximos passos dependem do avanço de leis. “Resta encarar as reformas estruturais que demandam os votos do Congresso”, comentou. Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA