26.1 C
Vitória
sexta-feira, 3 abril, 2020

Instituições recebem selo nacional por contribuir com ressocialização

Leia Também

Número de casos de covid-19 sobe para 7.910 e mortes chegam a 299

Nas últimas 24 horas, foram 58 novas mortes. O resultado é o maior série histórica. Quanto ao perfil das vítimas, 58% eram homens e 42%, mulheres.

Coronavírus pode reduzir exportações em US$ 18,6 bi, informa CNI

A projeção inicial foi baseada na estimativa de que o PIB global encolherá 1,1% em 2020. A quantidade exportada deve cair 56 milhões de toneladas.

Governadores do Sul e Sudeste cobram ações econômicas à União

Representantes legam queda em suas arrecadações e demandam do Governo Federal uma maior ação pelo fato da maior parte dos tributos serem destinados a União.

Ales: Fundo de Aval em pauta na segunda sessão virtual

Projeto de Lei autoriza o Estado a aportar R$ 100 milhões em Fundo Privado de Aval que será operado pelo Bandes. Outras quatro prostas também serão votadas.

Em todo o país, 113 instituições atenderam todos os requisitos para conquistar o reconhecimento concedido pelo Governo Federal

Centro e treze instituições receberam o Selo Nacional de Responsabilidade Social pelo Trabalho Prisional (Resgata), que visa a incentivar, estimular e reconhecer as organizações que utilizam mão de obra oriunda do sistema prisional brasileiro.

A primeira cerimônia de entrega da premiação ocorreu no Palácio do Planalto, em Brasília, e representantes das instituições que atenderam todos os requisitos para conquistar o reconhecimento por meio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), estiveram presentes.

Entre as ganhadoras está a Pró-Memória, empresa situada em Vitória, que atua no ramo de gestão e guarda documental. Desde a fundação, a empresa se preocupa em ofertar oportunidades para absorção dos trabalhos provenientes do sistema prisional, além de realizar ações com caráter educativo e produtivo.

O sócio diretor da Pró-Memória, Sérgio Liuth / Foto: Divulgação

“Nos orgulha muito poder oferecer à sociedade a nossa contribuição para soluções que ajudem a ressocializar e devolver a dignidade para essas pessoas, temos a possibilidade de modificar a realidade socioeconômica delas e vamos continuar a fazer isso”, afirmou o sócio diretor da Pró-Memória, Sérgio Liuth.

Sérgio reforça que o Selo Resgata é tão importante quanto os outros certificados conquistados pela instituição como a ISO 9001 e Prodfor. Lembra que a Pró-Memória já era colaboradora do Programa de Responsabilidade do Estado, o Selo Social.

Diomar Reis Santos, 39 anos, residente em Vila Velha, disse que a oportunidade mudou sua vida. “Foram 5 anos da minha vida, privado de liberdade, mas a oportunidade veio e eu abracei. O maior desafio foi superar preconceitos. Hoje, sou casado e tenho uma filha. Em 4 anos de trabalho, consegui comprar minha casa, meu carro e sonho em um dia ter minha própria empresa”, contou.

O líder da equipe Junior da pró-Memória, Diomar Reis Santos / Foto: Divulgação

Atualmente é líder da equipe Junior da empresa e faz questão de ajudar os reeducandos. “Sei que sou um espelho para eles e isso me enche de orgulho”, ressaltou.

Espírito Santo

A Secretaria Estadual de Justiça (Sejus), por meio do Decreto nº 2609-r, de 21 de outubro de 2010, concede anualmente o Selo Social, com os mesmos objetivos almejados pelo Governo Federal. Em 2017, a Secretaria homenageou 57 instituições.

O reconhecimento busca fortalecer o investimento do Estado pautado em um modelo de gestão prisional que objetiva a reinserção social de detentos e egressos, por meio da educação, do trabalho e da qualificação profissional.

Selo Social promovido pela Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) / Foto: Reprodução

Hoje, a população prisional do Estado é de 20,6 mil detentos, sendo que 15% trabalha, um total de 3.043 internos. As atividades são exercidas dentro e fora das unidades prisionais, em 208 empresas parceiras conveniadas ao Programa de Responsabilidade Social e Ressocialização da Sejus.

Selo nacional

Instituído em novembro de 2017, o selo Resgata tem como foco ampliar as vagas de trabalho e proporcionar melhores condições de reintegração social. Além disso, reconhece entidades que ajudam a mudar paradigmas, superar preconceitos, criar oportunidades com a absorção de mão de obra de pessoas privadas de liberdade, cumpridores de penas alternativas à prisão e egressos do sistema prisional.

A seleção dos detentos é feita por uma equipe disciplinar, por intermédio de uma rigorosa avaliação. Aqueles que cumprem os requisitos como ter escolarização, ter desenvolvido trabalho voluntário em atividades de apoio à unidade, ter demonstrado interesse pelo trabalho, bom comportamento e qualificação profissional exigida pela função são os escolhidos.

Os detentos que trabalham são beneficiados com a remição de pena, como prevê a Lei de Execução Penal. Assim, a cada três dias de trabalho, um dia é abatido da pena a ser cumprida. Outros benefícios são: salário mínimo, uniforme, vale-transporte e alimentação.

 

Publicidade

ES Brasil Digital

ES Brasil 174
Continua após publicidade

Fique por dentro

IPRF: prazo para entrega é prorrogado pelo governo

O prazo para a entrega do IPRF foi alterado para 30 de junho, mas mesmo tendo mais tempo, não deixe para a última hora. Saiba mais!

Inspire-se: aprenda a poupar e a investir com bons livros

Conheça alguns títulos que podem ajudar a você e a sua família a entrar nos eixos Mesmo com tantos bons exemplos nas prateleiras das...

Como proteger os dispositivos e garantir uma navegação segura

No dia em que se comemora o Dia da Internet Segura, especialista em tecnologia dá dicas para evitar violações na rede ao utilizar o...

Ibovespa caminha para pior mês desde 1998

Na tarde de hoje (31), Ibovespa acumulava em março perda de cerca de 28%, que se mantida representará o pior desempenho mensal desde 1998.

Vida Capixaba

Semana Santa marcada pela tradicional torta capixaba

A tradicional Torta Capixaba, um dos pratos mais tradicionais da época, será vendida nos estabelecimentos, apesar da crise causada pelo novo coronavírus.

Tempo: o que esperar para abril?

O mês de abril será marcado por temporais, chuvas volumosas e potencial para alagamentos. O mês começa com alerta e situação de perigo para chuvas fortes.

Camerata Sesi apresenta a live: “Café com Maestro”

Com o tema “Os benefícios da música na educação musical”, o maestro Leonardo David convida a musicista Fabi Cruz para a live nesta quarta (01), às 17h

Livros disponibilizados gratuitamente. Confira como acessar!

A Amazon, em parceria com autores, liberou o acesso às obras mais clássicas da literatura. Basta fazer o download e lê-los onde quiser!
Continua após publicidade