24.9 C
Vitória
domingo, 28 novembro, 2021

Segurança da Ales é acionada para conter bate-boca de deputados

A confusão envolveu os deputados Bruno Lamas e Capitão Assumção

O clima esquentou entre os deputados Bruno Lamas (PSB) e Capitão Assumção (Patriotas) durante sessão da Assembleia Legislativa. Os parlamentares bateram boca e a segurança da Casa precisou ser acionada para conter os ânimos.

A confusão começou após a aprovação da nota de repúdio, de autoria de Lamas, contra a manifestação de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro em frente a casa da mãe do governador Renato Casagrande (PSB).

Assumção tentou interromper o discurso do colega subindo na tribuna e Lamas reagiu. “O senhor respeita a minha fala porque eu não tenho medo de você, não! Baixe o dedo!”.

“O senhor não cite o meu nome”, gritou Assumção. O líder do PSB na Assembleia, porém, não se intimidou com o tom de ameaça do colega e contra-atacou.

“O senhor faz a pior oposição que eu já vi na minha vida. É uma oposição destrutiva. É a oposição que aponta o dedo. Uma oposição que agride a deputada Iriny (Lopes) a todo momento.”, declarou.

E prosseguiu: “Ninguém tem medo de grito aqui, não, Capitão! A sua fala não nos assusta. O que queremos é respeito ao contraditório. Queremos é paz, sem grito, sem ameaças”.

Diante do clima tenso, o presidente interino da sessão, deputado Marcelo Santos (Podemos), precisou chamar a segurança da Casa para conter os ânimos.

“Não se pode perder o respeito, nem de uma parte e nem de outra. Estou aqui como presidente e não permitirei que nós passemos do limite”, declarou Marcelo.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade