Manutenção da Segunda Ponte deverá ocorrer em até 30 dias

Foto: Reprodução

O Ministério Público deu este prazo ao DER para iniciar as obras. Ponte apresenta várias irregularidades na estrutura

Após os laudos de irregularidades na Segunda Ponte, o Ministério Público do Espírito Santo (MPES) notificou o Departamento de Estradas e Rodagens do Espírito Santo (DER-ES) a realizar a obra de manutenção da ponte.

Para isso, o departamento tem até 30 dias para realizar o trabalho, de acordo com a notificação. Desta forma, o objetivo é corrigir os problemas apontadas em laudo de especialista que indica risco à segurança e à vida dos usuários da ponte.

A notificação faz parte do Inquérito Civil Público instaurado pelo MPES para investigar as responsabilidades do órgão competente em relação à falta de manutenção da Segunda Ponte, principal ligação entre Cariacica e Vitória, e risco iminente à sociedade.

Laudo

Em 2017, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo (CREA-ES) emitiu um laudo que confirmava as irregularidades na estrutura da Segunda Ponte, entre elas corrosões no concreto e nas ferragens que a sustentam, além dos problemas nas juntas de dilatação que apresentam abertura maior que o normal.

Segundo o engenheiro civil Jaime Oliveira Veiga, um dos autores do laudo, “o DER fez a pintura e corrigiu as duas juntas de dilatação que estavam em pior situação, já tinham perdido todo o elemento elástico. O planejamento era que fariam as trocas de todas as juntas até dezembro de 2018, o que não foi feito. De lá para cá, a estrutura está exposta a um meio agressivo e a tendência é ir corroendo ainda mais”, contou.

Promessa

Ao Gazeta Online, o DER prometeu que a obra será realizada ainda neste ano, e que o orçamento inicial  é de R$ 8 milhões. “Estou fazendo uma reavaliação para diminuir esse valor”, afirmou o diretor geral do DER, Luiz Cesar Maretto.

Conteúdo Publicitário