26 C
Vitória
quinta-feira, 11 agosto, 2022

Saúde e educação lideram número de emendas à LDO

A Assembleia vai ouvir a Eco 101 logo após o recesso. Foto: Divulgação (Ales)

O projeto da LDO recebeu mais de 100 emendas dos deputados. O valor estimado da receita é de R$ 22,3 bilhões para 2023

Por Josué de Oliveira

As áreas de saúde e educação lideram o ranking de emendas apresentadas pelos deputados estaduais ao projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano de 2023.

As 108 emendas foram publicadas no Diário do Poder Legislativo. Dos 30 deputados, apenas sete apresentaram propostas ao orçamento.

Clique aqui e veja todas as emendas apresentadas

Os três que mais apresentaram foram Marcos Madureira (PP) com 33, Marcos Garcia (PP) com 24 e Sergio Majeski (PSDB) com 21.

Completam a lista Renzo Vasconcelos (PSC), Theodorico Ferraço (PP), Iriny Lopes (PT) e Torino Marques (PTB), respectivamente, com 10, 9, 8 e 3 emendas.

Grande parte das emendas é destinada a programas de fortalecimento da educação e da saúde públicas, voltadas para a capacitação de professores e para o reforço da atenção básica à saúde nos municípios.

Há emendas também nas áreas de infraestrutura, como melhorias nas estradas capixabas, e de assistência social, com a construção de equipamentos públicos nesse campo.

Também existem emendas de preservação do meio ambiente, combate à crise hídrica, apoio às mulheres vítimas de violência, estruturação da polícia penal capixaba e estímulo ao esporte.

De acordo com o cronograma da Comissão de Finanças, o prazo para análise das emendas no colegiado vai até o dia 4 de julho. A votação do Orçamento deve acontecer no dia 11 de julho.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade