Rodney declara neutralidade no segundo turno

Em coletiva na manhã desta quinta-feira (06), o demista declarou que depois das severas críticas às gestões dos dois ex-prefeitos, seria incoerente mudar o discurso. 

Derrotado nas urnas no último dia 02 de outubro, Rodney Miranda (DEM), único prefeito que concorria à reeleição e não passou para o segundo turno na Grande Vitória, anunciou que deve permanecer neutro na disputa do segundo turno pela Prefeitura de Vila Velha. Segundo ele, diante das severas críticas que fez às gestões de Max Filho (PSDB) e Neucimar Fraga (PSD), seria incoerente apresentar qualquer outro discurso nessas duas semanas que antecedem o segundo turno. 

“Essa é uma decisão permanente. Há ressalvas nas gestões dos candidatos que Vila Velha tem para o segundo turno e não é coerente eu ter uma postura de mudar de lado para apoiar um ou outro. Tenho uma cidade para governar ainda”, afirmou Rodney. O atual prefeito afirmou que, na segunda-feira (3), foi procurado por Neucimar Fraga, que governou a cidade entre 2009 e 2012; enquanto o deputado estadual Max Filho, que esteve à frente do Executivo municipal entre 2001 e 2008, conversou diretamente com outra liderança do DEM no Estado, o presidente da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales), Theodorico Ferraço.

Max vencendo em Vila Velha, a esposa de Ferraço, Norma Ayub (DEM), derrotada na eleição para Prefeitura de Itapemirim, poderá assumir o mandato do deputado federal em Brasília.  “Independente da decisão de Theodorico, eu me mantenho fora desta disputa”, afirmou Rodney. Outra decisão anunciada nesta manhã pelo prefeito, que também preside o Partido Democratas no Espírito Santo, é que servidores e aliados estão liberados para escolher um dos candidatos. “Fomos vitoriosos nas urnas, não me elegi, mas nossa chapa fez 11 vereadores”, contou.

Rodney afirmou que antes de “bater o martelo” sobre sua neutralidade no segundo turno, consultou o governador e recebeu a notícia de que Paulo Hartung também não se posicionaria em apoio a nenhum dos dois candidatos em Vila Velha. Outro tema da conversa foi o aval de Hartung para que Rodney volte ao Governo do Estado após o fim de seu mandato como prefeito. “Eu estou novo ainda, tenho boa formação e apoio da família. Se for pra trabalhar no governo, farei isso com alegria; se for pra ir pra iniciativa privada também; e se for pra por pijama e depois de 40 anos viver uma vida de aposentado. Eu posso dizer a vocês que meus filhos estão torcendo para a terceira opção (risos)”, declarou Rodney Miranda.   

A expectativa agora é para o apoio do deputado estadual Rafael Favatto, outro candidato derrotado nas eleições de domingo em Vila Velha, mas conquistou 16.441 votos. 

 

 

Conteúdo Publicitário
Compartilhe

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome