22.1 C
Vitória
terça-feira, 9 agosto, 2022

Rochas Ornamentais: US$ 38 milhões em negócios em feira nos EUA

A Coverings 2022 foi a feira que mais gerou resultados para o setor brasileiro, segundo o Centrorochas. Foto: Divulgação/Centrorochas

O setor de rochas tem ainda a expectativa de gerar US$ 132 milhões em transações comerciais ao longo de 12 meses

Por Amanda Amaral 

O setor de rochas ornamentais brasileiro realizou mais de US$ 38 milhões em negócios diretos durante os quatro dias da última edição da Coverings, maior feira da América no segmento, que foi realizada em abril em Las Vegas, EUA.

“O setor de rochas teve, nesta edição, sua melhor participação desde 2015. Além dos mais de US$ 38 milhões de negócios diretos gerados, os empresários apontaram uma expectativa de quase US$ 132 milhões em transações comerciais ao longo dos próximos 12 meses. Considerando a média por empresa, esta foi a feira que mais gerou resultados para o setor brasileiro desde então”, afirmou o presidente do Centro Brasileiro dos Exportadores de Rochas Ornamentais (Centrorochas), Tales Machado.

O Espírito Santo exportou no primeiro trimestre deste ano US$ 223.891.347 em faturamento, o que representa 89,4% das exportações brasileiras de rochas ornamentais no mesmo período. Os Estados Unidos (64%) são o principal destino dos produtos capixabas.

Participação Capixaba

O ano de 2022 foi marcado pela maior participação do Brasil na Coverings, que contou com 73 empresas, 61 delas capixabas. Somente o pavilhão do Brasil teve área total de 3.456 metros quadrados, o que equivale a sete piscinas semiolímpicas.

Segundo o diretor de vendas da Coverings, Tim Fearney, o crescimento do espaço do Brasil foi impressionante. “O pavilhão de rochas ornamentais do Brasil foi um dos maiores da nossa feira e está crescendo. Estamos muito satisfeitos.

O crescimento que vimos este ano, especialmente em tempos tão difíceis e desafiadores, foi realmente impressionante. O branding foi muito bem feito e ficamos muito felizes com toda participação do setor. O espaço ficou lindo, os produtos são lindos e tudo isso é muito importante para o todo da Coverings”, declarou

Estímulo às Exportações

A organização ficou por conta do It’s Natural – Brazilian Natural Stone, projeto que visa estimular as exportações do setor, uma parceria entre o Centrorochas e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil).

Para Tales Machado, presidente do Centrorochas, o setor vive um momento histórico. Foto: Rodrigo Gavini

O presidente do Centrorochas, Tales Machado, lembrou que esta é a primeira vez que uma entidade do segmento, formada pelos próprios empresários, organiza a participação brasileira em um evento internacional.

“O setor vive um momento histórico. No primeiro ano do convênio com a ApexBrasil batemos recorde de exportações de todos os tempos no valor de US$ 1,34 bilhões, a exportação total do Brasil em 2021, batemos o recorde de área total na principal feira realizada na casa do nosso principal cliente, os Estados Unidos, e agora comemoramos os resultados dos negócios realizados e gerados no evento”, comemorou.

Casa Brasil Nova York

O setor de rochas também participa da Casa Brasil Nova York 2022, que teve início no dia 11 e acontece até 25 de maio, em  Nova York. Nesta segunda-feira (16), 19h15, acontece a palestra “Conheça o poder das rochas brasileiras”,

Ela será ministrada pelo especificador internacional, Paulo Giafarov. A ação é do Centrorochas, em parceria com ApexBrasil. O objetivo é divulgar o potencial do setor de rochas nacional para os especificadores presentes na mostra.

Além da palestra, o setor de rochas ornamentais brasileiro participou do Seminário Técnico com Especificadores, no último dia 14. A participação nacional na Casa Brasil Nova York 2022 também acontece por meio das empresas do segmento que estarão expondo peças de design exclusivos na mostra.

Com informações do Centrorochas. 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade