22.7 C
Vitória
terça-feira, 16 abril, 2024

Reta final nas eleições israelenses. Confira a disputa!

Nesta terça-feira (17) dia das eleições israelenses, o Estado Judeu revela algumas incertezas quanto o resultado final das urnas

Nesta terça-feira (17) é o dia das eleições nacionais israelenses. Em menos de seis meses, é a segunda vez que os eleitores de Israel vão votar. Isso ocorreu porque o primeiro-ministro Benjamin-Netanyahu não conseguiu reunir a maioria dos assentos para formar um governo, após as eleições de abril.

Existem 30 partidos para os israelenses escolherem, dentre eles o Likud de Netanyahu, e o azul e branco, liderado pelo ex-chefe do Estado Maior das Forças de Defesa de Israel, general Benny Gantz.

- Continua após a publicidade -

As pesquisas revelam que os dois oponentes estão bem equilibrados na liderança das pesquisas. Entretanto, partidos de direita como Ayelet Shaked Yamina, o centrista do Avigor Liberman, Israel Beiteinu, e a Lisata Árabe Unida integram a disputa.

ANALISTA POLÍTICO

Segundo o comentarista político Shmuel Rosner existem dois pontos principais que os israelenses enfrentam nessas eleições.

Reta final nas eleições israelenses. Confira a disputa!
Comentarista político israelense, Shmuel Rosner, dissem que dois pontos principais que os israelenses enfrentam nessas eleições. – Foto: Divulgação

“Um é o tópico que tínhamos em abril, o mesmo sobre o qual votamos há meio ano, e essa é a questão de se o primeiro-ministro Netanyahu, o primeiro-ministro mais antigo da história de Israel, manterá seu emprego”, declarou Shmuel, que complementou que essa batalha definirá o futuro do Estado Judeu.

O comentarista acrescentou que esta não é a questão da direita contra a esquerda, não se refere aos palestinos, ao Irã, à economia ou à corrupção, trata-se dessa pessoa e se queremos que ele continue como primeiro-ministro de Israel.

“A segunda questão, e isso é novo para esta eleição, é para garantirmos que não teremos um terceiro turno. Um dos resultados que os israelenses não gostariam de ver após esta eleição é que precisamos votar pela terceira vez em um ano ou um ano e meio”, revelou Shmuel.

OPINIÃO NAS RUAS DE ISRAEL

Segundo israelenses que estavam nas ruas, em específico no mercado de Mahayne Yehuda, Jerusalém, alguns pontos vão definir as eleições. Sob o mesmo ponto de vista, segurança, questões sociais, educação e sobreviventes do holocaustos, são questões decisivas.

“Bibi Netanyahu, porque acho que ele está funcionando bem e não quero o lado esquerdo do mapa”, disse Edna.

“A melhor opção é Bibi Netanyahu, como se eu não fosse um dos fãs dele, não concordo com ele, mas acho que ninguém pode substitui-lo agora”, disse David.

Em Tel Aviv, o centro econômico do país, muitos israelenses não quiseram comentar. Entretanto em Rothschild Street, uma das ruas mais famosas da cidade, e onde o Estado Judeu começou, alguns revelaram sua opinião.

“Acho que quero ver Gantz como o próximo primeiro-ministro de Israel. Eu acho que a situação atual não é tão boa para nós; politicamente, globalmente, acho que podemos mudar muitas coisas”, disse Lior.

“Nós não sabemos quem escolher. Tipo, é uma decisão realmente difícil. Eu acho que irei por Gantz, mas não sei; talvez, Gantz ou Liberman, todos, exceto Bibi ”, disse Moshe.

RESULTADO DAS ELEIÇÕES

Segundo Rosner, existem dois resultados básicos para esta eleição. O primeiro é Netanyahu e sua coalizão para conseguir 61 assentos, e que a formará com os partidos de direita, partidos religiosos, e seguirá as últimas políticas dos últimos cinco anos.

“O segundo resultado possível é o desconhecido: o acampamento de Netanyahu não tem 61 assentos e haverá muitas manobras. Terá que haver algum tipo de coalizão de unidade”, revelou o comentarista, que que levantou algumas perguntas.

“É Netanyahu, é o general Gantz? São os dois, com algum tipo de rotação? Alguém do Likud que não é Netanyahu? Portanto, existem muitas complicações”, destacou.

Depois dos resultados desta terça-feira (17), os resultados devem ficar mais claros, e novos desafios vão surgir, pois Netanyahu ou Gantz tentarão formar o próximo governo.

*Da redação, com informações de CBN News 

Leia Também:

Israel promete ataque na Faixa de Gaza

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA