24.6 C
Vitória
quarta-feira, 3 junho, 2020

Médicos cubanos podem ter situação regularizada no país

Leia Também

Vila Velha instala câmeras de alta definição em ruas

Os equipamentos serão instalados em pontos estratégicos da cidade. A primeira instalação teste com uma das novas câmeras ocorreu na última sexta-feira (29), no Farol de Santa Luzia. 

Vendas no varejo registram queda em abril

Essa foi considerada a maior retração desde o início da série histórica iniciada em 2001. A maior queda havia sido em janeiro de 2002, quando as vendas do varejo reduziram 16,5%.

Vacina contra covid-19 desenvolvida em Oxford será testada no Brasil

Considerado um dos mais promissores, o imunizante já está na fase três de testes, em que dez mil pessoas serão testadas para se avaliar a eficácia do produto.

Convênio entre Estado e filantrópicos reforça leitos no Sul do ES

A entrega dos leitos começou na segunda-feira (1º), em Cachoeiro de Itapemirim. O prefeito do município, Victor Coelho, acompanhado de equipe da Secretaria Municipal de Saúde, recebeu dez novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Cerca de dois mil médicos permanecem no país, após o fim do acordo com Cuba

Após o rompimento do governo de Cuba com o Programa Mais Médicos, em novembro do ano passado, cerca de dois mil médicos permaneceram no país. Nessa quarta (27), o ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que eles “estão numa condição de exilados”.

De acordo com o ministro, a medida faz parte de uma proposta que deve ser enviada ainda em abril para o Congresso Nacional e que pretende alterar a legislação sobre o programa, criado em 2013 pela ex-presidente Dilma Rousseff.

Entretanto, o programa foi revisado pelo presidente Jair Bolsonaro, que impôs uma série de regras para que os médicos permanecessem atuando no país. Desta forma, mais de 8 mil profissionais cubanos deixaram o Brasil.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, apresenta na Comissão de Assuntos Sociais do Senado, informações sobre as políticas e diretrizes de sua pasta, bem como a proposta de extinção do Programa Mais Médicos. – Foto: José Cruz/Agência Brasil

Durante a reunião na Comissão de Assuntos Sociais do Senado, Mandetta disse aos 20 senadores presentes que a situação precisa ser resolvida o quanto antes.

“Nós devemos ter uma proposta de como que essas pessoas podem se reencontrar com a sua profissão, legalizados, e poder exercer sua profissão, já que eles são muito mais vítimas dessa negociação que foi feita entre países, do que propriamente atores de algum ato que os colocasse dentro do País em situação irregular”,afirmou o ministro.

Mandetta destacou, ainda, que muitos desses médicos que permaneceram no país estão trabalhando como balconistas de farmácia e agentes comunitários. “Talvez eles possam, com certeza, legalizar a sua situação profissional e podem ser sim uma opção de trabalho num país livre e democrático”, concluiu.

*Da redação com informações da Agência Brasil.

 

 

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

esbrasil_176
Continua após publicidade

Fique por dentro

Comissão Europeia avança para disponibilizar € 11,5 bi para recuperação da crise

Comissário da UE encarregado do Orçamento, Johannes Hahn enfatizou a necessidade de que o dinheiro chegue logo às empresas e às pessoas, ainda neste ano.

Produção industrial cai 18,8%

A produção industrial caiu 18,8% em abril ante março, na série com ajuste sazonal, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Venda de veículos novos sobe 11,6% em maio ante abril, diz Fenabrave

Em maio, segundo mês de concessionárias fechadas em vários Estados, as vendas somaram 62,2 mil unidades, alta de 11,6% em relação a abril.

Cooabriel inaugura unidade em Montanha

O objetivo da nova unidade é atender às grandes solicitações de sócios e produtores, além de expandir a cultura do café conilon na região.

Vida Capixaba

Viana contará com Guarda Municipal armada

Ao todo, 29 agentes estão sendo treinados para realizar o combate à criminalidade, na segurança do patrimônio público, e a organização do trânsito, conforme explicou o prefeito Gilson Daniel.

Novas regras adotadas para o comércio a partir desta segunda-feira (1º)

As novas regras para galerias, centros comerciais, academia, shoppings e restaurantes de Vila Velha foram publicadas no Diário Oficial do município desse domingo (31).

Lugar de homem é na cozinha

A arte de combinar ingredientes e temperos tem atraído mais e mais homens Em restaurantes ou em ambientes domésticos, é cada vez mais comum ver...

Shoppings da Grande Vitória poderão abrir a partir de segunda (1º)

De acordo com a secretária de Estado de Gestão e Recursos Humanos, Lenise Loureiro, a decisão foi tomada durante uma reunião da Sala de Situação de Emergência em Saúde Pública do Estado, realizada hoje. 
Continua após publicidade