26.1 C
Vitória
segunda-feira, 1 março, 2021

Rede de solidariedade para superar crise provocada pela pandemia

Com o objetivo de contribuir com toda a cadeia econômica do Estado, a Associação Capixaba de Tecnologia (ACT!ON) lança a campanha Solidariedade Empresarial

Os mais variados seguimentos que constituem a cadeia de negócios capixaba estão interligados como uma grande corrente e cada empresas representa um elo. Para enfrentar os desafios da atual crise, a Associação Capixaba de Tecnologia (ACT!ON) acredita que é fundamental preservar todos eles.

Com o objetivo de contribuir com toda a cadeia da economia do Estado, a ACT!ON lançou a campanha Solidariedade Empresarial, cujo intuito é sensibilizar os empresários e motivar as corporações a manter as relações entre as grandes, médias e pequenas empresas; fornecedores, empreendedores e colaboradores.

O movimento representa uma série de ações que visam compartilhar a esperança de que, juntos, é possível superar o desafio. São ações que buscam a união empresarial, a solidariedade e informações capazes de orientar as empresas neste momento tão complexo.

Para o diretor-presidente da entidade, Emílio Augusto Barbosa, é preciso entender o cenário e ter a clareza de que um rompimento abrupto da corrente de relações comerciais pode dificultar a superação da crise atual.

“Momentos excepcionais pedem ações, comportamentos e medidas excepcionais. Precisamos trabalhar para garantir que toda a cadeia de negócios, já estruturada, seja preservada. Será mais difícil se reerguer se algum elo dessa grande corrente de negócios se romper”, disse Barbosa.

Ele destaca, ainda, a dificuldade de se encontrar fornecedores no mercado que entendam as especificidades de determinados negócios. “Imaginem como será difícil, daqui a três, quatro meses, quando esse momento difícil passar, se esse fornecedor, que geralmente também é um grande parceiro comercial, não estiver presente do outro lado da crise. Teremos que recomeçar o processo de construção de relacionamentos comerciais do início e isso tornará a retomada da normalidade muito mais complicada. Precisamos ser solidários neste momento e manter essa corrente completa. Porém, será necessário fazer concessões para sustentar, suportar e manter todos os elos. Mas, acredite, amanhã estaremos mais fortes!”, destaca o diretor-presidente.

selo
O selo desenvolvido para a campanha visa a estimular as empresas se ajudarem. – Foto: Divulgação

Ações

Em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Educacional e Industrial do Espírito Santo (Ideies), irá realizar uma pesquisa sobre os efeitos da crise nas empresas do nosso setor. A ideia da pesquisa é obter informações e identificar cenários para contribuir com as estratégias das empresas para se manterem e retornarem à normalidade mais rapidamente.

Outra ação importante é o Tira Dúvidas ACT!ON que, por meio de teleconferência, disponibiliza especialistas que orientam e tiram dúvidas sobre os impactos da pandemia no mercado. As conferências, após a live realizada na mídia social, ficam disponíveis no portal www.action.org.es na ACT!ON-TV.

Primeiras orientações

Neste momento, o mais importante é se apropriar de todas as informações necessárias para a tomada de qualquer decisão. Segundo a entidade, são Medidas Provisórias, Decretos, Instruções Normativas e notícias que podem ou não influenciar os negócios e decisões. Possibilidades que, se aplicadas, podem gerar consequências e responsabilidades futuras. Nesse sentido, a ACT!ON procura prover informações estruturadas, de fonte confiável, para que cada empresário possa se informar e basear suas decisões com maior segurança.

Outra orientação importante é sobre a avaliação do clima dos seus colaboradores. Um momento como esse resultará em muita insegurança, incerteza com relação ao futuro, angústia e desânimo. Isso tudo pode, também, afetar a produtividade e a qualidade dos trabalhos e serviços.

O caminho é buscar uma comunicação permanente e transparente com a equipe. Ações de mobilização, engajamento, motivacionais também são importantes. E manter o equilíbrio é outra orientação importante. A instituição lembra que o Estado do Espírito Santo tem uma economia forte e diversificada, composta por vários segmentos e que podem construir, juntos, uma saída para esse momento e chegarem do outro lado da crise mais fortes.

Luz no fim do túnel

Apesar do Fundo Monetário Internacional (FMI) prever uma recessão mundial para 2020 e a Organização das Nações Unidas (ONU) estimar um possível déficit de até US $ 2 trilhões na renda global, dada a paralisação de várias economias, vários analistas estão prevendo uma recuperação já se iniciando no terceiro trimestre de 2020.

Emílio Barbosa reforça que o Brasil já superou outras crises e o Espírito Santo tem uma posição privilegiada por sua economia diversificada. “Nós da ACT!ON temos a convicção que vamos superar esse desafio, mas para isso é preciso que todos façam a sua parte. A nossa proposta é que todas as empresas, não só as do setor de tecnologia, tomem suas decisões com o espírito da solidariedade empresarial, pensando também nos elos da corrente para que todos possamos ficarmos juntos, agora e depois da crise”, finaliza.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

MEI tem que fazer a declaração do Imposto de Renda 2021?

Microempreendedores individuais devem ficar atentos ao teto de isenção do imposto.

Banco Central aprova indicação de novo presidente do Bandes

Munir Abud assume o Bandes com o objetivo de ampliar e atualizar os produtos e serviços oferecidos para as empresas de todos os portes do Espírito Santo

Baixe o programa de declaração do Imposto de Renda 2021

O período de envio das informações à Receita Federal começa na próxima segunda-feira (1º) e segue até 30 de abril.

Bolsonaro diz que há muita coisa errada na Petrobras e que Silva e Luna arrumará

O chefe do Executivo afirmou que o "novo presidente", o seu indicado para a presidência da empresa, general Joaquim Silva e Luna, irá dar...

Nova Lei de Falências: facilidades para recuperação judicial e otimismo para a economia

A novidade surge como alternativa para ajudar também empresários capixabas

2020: um ano perdido?

Um período que será estudado nos livros de história. O ano em que caímos e nos fizemos mais fortes em meio à crise e...

ES Brasil Digital

ESBrasil-185
Continua após publicidade

Fique por dentro

MEI tem que fazer a declaração do Imposto de Renda 2021?

Microempreendedores individuais devem ficar atentos ao teto de isenção do imposto.

Microcrédito do Banestes alcança R$ 103 milhões para 11 mil empreendedores

Esta é a quantidade de recursos repassados a pequenos negócios durante o ano de 2020 e beneficiou todos os municípios do Estado.

Desemprego em 2020 é o maior registrado desde 2012 no Brasil

Informações do IBGE mostram que taxa de desocupação média no ano passado representa 13,4 milhões de pessoas sem trabalho.

Banco Central aprova indicação de novo presidente do Bandes

Munir Abud assume o Bandes com o objetivo de ampliar e atualizar os produtos e serviços oferecidos para as empresas de todos os portes do Espírito Santo

Vida Capixaba

Setor Multimídia da Biblioteca Pública do Espírito Santo oferece cursos gratuitos

As inscrições já estão abertas e seguem até o dia 25 de março

Expo Condomínio Completo apresenta protocolos sanitários e de biossegurança

Desde novembro de 2020, grandes eventos já vêm acontecendo no Espírito Santo

COVID-19: Quais as consequências para quem optar por não tomar a vacina?

Desde que foi anunciado o início da vacinação contra a COVID-19, capixabas passaram a se dividir em dois grupos. Os que querem e os que não querem

Cooabriel participa de reunião com OCB, Mapa e Banco Central

A Cooabriel participou, com mais duas cooperativas capixabas do Ramo Agropecuário, de uma reunião no dia 18 de fevereiro com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos
Continua após publicidade