27.1 C
Vitória
quinta-feira, 27 janeiro, 2022

Ranfolfe e Marcos do Val batem boca na CPI

o senador Marcos Do Val (Podemos-ES) bateu boca com o colega Randolfe Rodrigues. Federal/divulgação

O bate-boca entre Randolfe e Do Val aconteceu após questionamentos sobre a vacinação de presidiários contra a Covid.

Por Josué de Oliveira

Os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Marcos do Val (Podemos) protagonizaram um dos momentos mais exaltados da sessão da CPI da Covid nesta quinta-feira (8).

O bate-boca foi iniciado quando Ranfolfe defendia a vacinação de presidiários durante depoimento da ex-coordenadora do Programa Nacional de Imunização Franciele Francinato.

Nessa hora Do Val interrompeu o questionamento dizendo que os presos já estavam isolados e não precisavam de ser prioridades.

“Não tem que dar prioridade a preso, não, tem que dar prioridade à sociedade”, disse.

Randolfe rebateu: “Eu não acredito que eu ouvi isso do senhor. E eles não tem contato com ninguém?”. – Já estão em isolamento”, rebateu Do val.

Foi nessa hora que os ânimos se exaltaram e Raldofe elevou o tom da discussão.

“Presidente, primeiro estou sendo interrompido e peço a reposição do meu tempo. Segundo, estou sendo interrompido por uma asneira absurda. Condenar as pessoas à morte, é o que ouvi aqui”, gritou.

O capixaba tenta rebater, mas Randolfe exaltado continuou:

“Eu não estou lhe concedendo a palavra. Reponha-se, fique no seu lugar. Você e as suas milícias, seja de rede social, seja de qualquer lugar, não intimidam nem a mim, nem a nenhum membro da CPI”, disparou.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade