22.7 C
Vitória
segunda-feira, 2 agosto, 2021

Professor da Ufes é chamado para depor em CPI da Covid

O professor é defensor do tratamento precoce contra o novo coronavírus e publicou um artigo científico sobre o tema em uma revista internacional

O senador Marcos Rogério (DEM-RO), vice-líder do presidente Jair Bolsonaro no Senado, protocolou um requerimento que pede a presença do professor da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) Francisco Emmerich na CPI da Covid-19.

O senador informou por meio da sua assessoria de imprensa que apresentou requerimentos para ouvir especialistas diversos, sobre o cenário da pandemia, “para ter uma compreensão ampla das abordagens científicas no combate ao coronavírus”.

O professor publicou um artigo científico na Revista Internacional Journal of Environmental Research and Public Health sobre tratamento precoce da Covid.

No estudo, ele faz uma análise sobre os números de casos da doença no Amazonas e Pará associados ao uso de Ivermectina, Hidroxicloroquina e Azitromina, substâncias que ainda não tiveram sua eficácia comprovada pelas autoridades de saúde.

Procurado para comentar a possível convocação, o professor preferiu não se pronunciar pelo menos até o requerimento solicitado pelo senador ser aprovado pelo colegiado da CPI.

Durante uma participação em uma live do Programa Repórter Saúde, no entanto, ele contou que iniciou o estudo após um parente próximo ser uma das vítimas do novo coronavírus.

“Eu tinha uma informação que muita gente não tinha. Com esses dados submeti a um trabalho que foi aceito na revista na área de saúde e que teve grande repercussão nos Estados Unidos”.

Sua tese, segundo ele, ganhou destaque por abrir os dados divulgados durante sua pesquisa. “Eu não tenho que esconder nada. Cientista trabalha sempre com a verdade”, frisou.

Francisco Emmerich é graduado em Física e Engenharia Elétrica. Possui doutorado em Física pela Unicamp e já foi reitor pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Ufes. Atualmente é aposentado, mas continua atuando na universidade como voluntário.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade