22.1 C
Vitória
quarta-feira, 6 julho, 2022

Produtos típicos de festa junina estão na mira do Ipem-ES

esbrasil-ipem-realiza-inspecao-alimentos-festa-junina
Foram examinados 173 produtos previamente nos locais de venda e, desses, três apresentaram irregularidades - Foto: Ipem/ES

Amendoim, milho de pipoca, canjica, goiabadas e outros produtos típicos de festa junina estão sendo fiscalizados. Multas podem variar de R$ 100,00 a R$ 1,5 milhão

Por Wesley Ribeiro

O Instituto de Pesos e Medidas do Espírito Santo (Ipem/ES), órgão delegado do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) no Estado, está realizando uma operação de fiscalização de produtos típicos de festas juninas , durante o mês de junho de 2022, em estabelecimentos comerciais na Região Metropolitana da Grande Vitória.

Segundo o órgão, os produtos mais fiscalizados na “Operação Festa Junina 2022” são amendoim, milho de pipoca, canjica, vinhos populares, aguardente de cana, goiabadas, canela em pó, farinha de milho, derivados do leite, cravo da índia, sacos de pipoca, além de doces de época.

Foram examinados 173 produtos previamente nos locais de venda e, desses, três apresentaram irregularidades. As empresas autuadas pelo Ipem têm dez dias para apresentar defesa ao órgão, segundo a Lei Federal Nº 9.933/99. As multas podem variar de R$ 100,00 a R$ 1,5 milhão, de acordo com a reincidência.

O diretor-geral (em exercício) do Instituto de Pesos e Medidas do Espírito Santo, Sérgio Eduardo Correa Vidigal, frisou que a operação faz parte da programação do órgão, que tem a função de verificar a metrologia dos produtos. “Verificamos quantitativamente o produto, ou seja, se o peso indicado na embalagem corresponde exatamente ao que o consumidor está pagando”, disse Vidigal.

Como denunciar 

Após a fiscalização em campo, os produtos coletados são examinados em laboratório. Os representantes das marcas dos produtos são convidados a acompanhar todo o processo de análise dos itens verificados, nos laboratórios do Ipem-ES.

O gerente de Pré-Medidos do Ipem, Hallan Fraga, explicou que a operação de fiscalização tem como finalidade garantir a segurança do consumidor para que não seja lesado economicamente. “Se o consumidor adquire um quilo de milho de pipoca, por exemplo, deve levar para casa um quilo do produto”, completou Fraga.

Em caso de dúvidas ou suspeita de irregularidade, o consumidor pode entrar em contato com a Ouvidoria do Ipem, por meio do telefone 0800 039 1112, e registrar a reclamação ou denúncia.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade