20.9 C
Vitória
segunda-feira, 21 junho, 2021

Procon de Vitória aponta variação de preços de até 207% nos supermercados

Uma recente pesquisa realizada pelo Procon de Vitória em supermercados da capital apontou que a diferença de preço entre itens de primeira necessidade pode chegar a 207,27%.

É o caso do molho de tomate (340g), que pode ser encontrado de R$ 1,10 a R$ 3,38 (confira aqui a pesquisa).

Entre as maiores variações, estão:

  • 191,34% na margarina com sal (500 gr), que variou de R$ 4,39 a R$ 12,79;
  • 152,02% na laranja-pêra (1 kg), de R$ 1,98 a R$ 4,99;
  • 135,34% no alvejante sem cloro (2 l), de R$ 12,28 a R$ 28,90;
  • 131,31% no maço de salsa (1kg), de R$ 0,99 a R$ 2,29;
  • 131,31% no maço da cebolinha (1kg), de R$ 0,99 a R$2,29.

Num comparativo com a pesquisa feita pelo Procon em abril, constata-se que a mortadela (1kg) registrou a maior variação (99,33%), indo de R$ 8,98 a R$17,90, enquanto o óleo de soja de 900 ml teve aumento de 92,86%, sendo encontrado de R$ 3,78 a R$ 7,29.

Em relação ao menor preço na comparação com o mês passado, o quilo do mamão teve uma redução de 92,86% (R$ 4,86 para R$ 2,70) e o quilo do alho, de 41,19%, passando de R$ 25,49 para R$ 14,99.

Também foi feito um comparativo dos preços registrados no mesmo período do ano passado. Veja aqui.

Pesquisa

A pesquisa do Procon de Vitória abrange 63 itens considerados como de prioridade no consumo na área de alimentação e higiene. O objetivo é apresentar ao consumidor as diferenças entre supermercados e mostrar a necessidade de fazer uma pesquisa de preços.

A pesquisa envolveu nove estabelecimentos de diferentes regiões de Vitória. A coleta de preços foi realizada nos dias 28 e 29 de abril de 2021.

Salário mínimo

A pesquisa do Procon de Vitória buscou, ainda, o somatório dos menores preços coletados de cada produto em abril e o valor do salário mínimo vigente para o ano de 2021, que é de R$ 1.100,00. Veja o levantamento.

O resultado da pesquisa mostra que, em maio, o trabalhador remunerado pelo salário mínimo comprometeu 46,13% da sua remuneração para adquirir os produtos da cesta de primeiras necessidades. Já em abril, esse percentual era de 45,97%. Isso representa um aumento de 0,16%.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade