Presença capixaba em Fórum Mundial de Economia Solidária

[img_grande]catadoree[/img_grande]

Até dia 29 de janeiro, o estado do Espírito Santo participa do I Fórum Social de Economia Solidária e a I Feira Mundial de Economia Solidária, que acontecem no Rio Grande do Sul.
O Estado está representado pelo Fórum Estadual de Economia Popular Solidária (FEPS) e levará na bagagem os bons resultados alcançados por diversas instituições que, com apoio da Arcelor Mittal Tubarão, tem conseguido transformar a vida de dezenas de comunidades carentes da Grande Vitória.

 

Confira as instituições capixabas nos eventos:
o Associação Ateliê de Ideias, que promove o desenvolvimento local em oito comunidades de Vitória, tendo como uma de suas estratégias o desenvolvimento econômico via a Economia Solidária;
o Cooperativa dos Bens – COOPBEM cooperativa que agrega empreendimentos na área de artesanato, culinária, tijolos ecológicos, pisos e peças em mosaico e produtos de limpeza, na cidade de Vitória.
o Super Coonfex – cooperativa da área de confecção no município da Serra que emprega 25 pessoas do município e cuja sede está sendo ampliada com recursos da Arcelor Mittal Tubarão. A inauguração está prevista para março ou abril deste ano.
o Recuperlixo – associação de catadores de material reciclável no município da Serra que conta com parceira da Arcelor Mittal Tubarão desde 2008, quando recebeu recursos da empresa para melhorias em sua sede. Em 2010, a parceria entre a entidade e a empresa continua, estendendo a rede de reciclagem de resíduos para comunidades de Vila Nova de Colares, na Serra.
Saiba mais sobre o Clube de Trocas:
Entre os projetos bem sucedidos de Economia Solidária desenvolvidos no Espírito Santo tem destaque o Projeto Teia Monetária, também chamado de Clube de Trocas. A iniciativa tem foco na troca solidária de serviços e materiais entre instituições capixabas e foi implementada pelo Ateliê de Ideias, uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) com sede no morro de São Benedito, em Vitória.
“Na prática, trata-se de uma organização econômica alternativa. Um mercado diferente, onde os participantes trocam produtos, saberes e serviços”, explica Leonora Michelin Laboissière Mol, diretora-presidente da Associação Ateliê de Ideias. Nascido por estímulo do Programa de Comunicação com o Terceiro Setor da Arcelor Mittal Tubarão, o Projeto ganhou, em 2009, o Prêmio Teia Social 2009, promovido por este mesmo Programa, em parceria com a Ação Comunitária do Espírito Santo (Aces). Com a premiação, o Teia Monetária recebeu recursos da ordem de R$ 15 mil, destinados ao seu desenvolvimento.

Conteúdo Publicitário

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome