25.5 C
Vitória
segunda-feira, 17 janeiro, 2022

Prêmio Ser Humano celebra organizações inovadoras

Oito empresas receberam o prêmio por valorizar iniciativas dos seus colaboradores e implementarem boas ideias

Por Wesley Ribeiro 

Construir organizações de sucesso que respeitam e cuidam do ser humano, atraindo e desenvolvendo talentos, é o desafio de muitos negócios. No Espírito Santo, oito empresas receberam o Prêmio Ser Humano pelas boas práticas no relacionamento com seus colaboradores e as iniciativas que estimulam a diversidade, a inclusão, o cuidado com a saúde e a humanização na rotina de trabalho.

Realizado pela Associação Brasileira de Recursos Humanos seccional Espírito Santo (ABRH-ES), o Prêmio Ser Humano (PSH) está em sua 18ª edição e os troféus, para os primeiros colocados, e as placas comemorativas, para as demais colocações, foram entregues no dia 25 de novembro deste ano.

Os vencedores desta edição foram: a FAESA (categoria Acadêmica); a Arcelor Mittal (categoria Empresarial Administração); a Real Café (categoria Empresarial Desenvolvimento) e o Supermercados Carone (categoria Empresarial Sustentabilidade).

Também foram premiados: o Sebrae (2º lugar na categoria Empresarial Administração); a Unimed Vitória (2º lugar na categoria Empresarial Sustentabilidade); a Unimed Sul Capixaba (2º lugar na categoria Empresarial Desenvolvimento); e a Fortes Engenharia (3º lugar na categoria Empresarial Desenvolvimento).

Reconhecimento

Entre os vencedores da premiação, o clima foi de gratidão e alegria. “Receber o prêmio é maravilhoso e ficamos felizes por compartilhar iniciativas que disseminam a diversidade”, disse a coordenadora Acadêmica da Faesa, Marilucia Dalla.

O gerente-geral de Gestão de Pessoas, Saúde e Segurança da Arcelor Mittal, Rodrigo Gama, ressaltou a aprendizagem que o prêmio oportunizou para a empresa.

“Parabenizamos a ABRH-ES por realizar esse prêmio há 18 anos. Ficamos honrados em participar. É a primeira vez que somos reconhecidos e aprendemos muito com a premiação”, salientou.

O anúncio do Supermercados Carone e da Real Café entre os vencedores foi marcado por muita comemoração.

“É muita emoção. A gente se preparou muito pra estar aqui. E esse espaço só é possível porque há empresas, instituições como a ABRH-ES e parcerias que se formam”, comemorou a coordenadora de Recursos Humanos da Real Café, Renata de Sousa Silva Furie.

Emocionada, a gerente de Gestão de Pessoas do Carone, Ana Paula Ferreira, destacou a vontade de vencer de sua equipe. “A gente vem com muita emoção porque são 4 anos que tentamos. É uma honra para o Carone, uma empresa que está crescendo muito e que busca muito além do que cumprir cotas”, disse.

Todos os vídeos e detalhes dos projetos finalistas da 18ª edição do Prêmio Ser Humano estão disponíveis no site da ABRH-ES (www.abrhes.org.br).

Cerimônia

A cerimônia de entrega do Prêmio Ser Humano aconteceu em formato híbrido. Houve evento presencial (com restrição de público e cuidados sanitários) em Vitória e também a transmissão ao vivo pelo Youtube.

Durante a premiação, a presidente da ABRH-ES, Kátia Vasconcelos, agradeceu a dedicação e a parceira de voluntários, patrocinadores e colaboradores. Ela também fez um balanço de sua gestão, que oficialmente termina em 31 de dezembro.

“Hoje estamos aqui para celebrar! Celebrar a vida, a humanidade, suas conquistas e a oportunidade do reencontro. De forma especial, a nossa celebração tem 3 motivos: celebrar o Prêmio Ser Humano; celebrar quem faz o prêmio; e celebrar a ABRH-ES”, ressaltou.

Ao final da noite, Kátia foi homenageada pelo trabalho dedicado à frente da presidência da associação, desde 2016.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade