22.9 C
Vitória
domingo, 23 junho, 2024

Porto da Imetame está com obras avançadas em Aracruz

Promessa é de que as primeiras operações dos terminais da Imetame sejam realizadas a partir do segundo semestre de 2025. No Sul, Porto Central segue no projeto

Por Daniel Hirschmann e Kikina Sessa

Os portos já em operação ainda vão ganhar o reforço de terminais que estão sendo construídos no estado, como o Imetame Logística Porto. Localizado em Aracruz, o porto já tem quatro frentes com obras avançadas e deve realizar suas primeiras operações em meados do segundo semestre de 2025.

- Continua após a publicidade -

Uma das frentes é do quebra-mar de proteção do porto. O Quebra-Mar Norte já foi concluído, em dezembro de 2022. O Quebra-Mar Leste, que protegerá a área de manobra e criará um espaço abrigado para movimentação de navios, está na faixa de 54% de avanço.

Outra frente é a dragagem, que já alcançou a cota de profundidade de 12 metros. “A gente iniciou essa dragagem com a cota zero. Já chegamos numa cota 12 e estamos iniciando a dragagem para a cota de 18 metros. A previsão era de 17 metros de profundidade, mas nós vamos dragar para 18”, informou o diretor de Operações do Porto da Imetame, Anderson Carvalho.

A terceira frente é a construção do cais, que começou no início deste ano e já está indo para a décima fileira de estacas. A Imetame também está iniciando a concretagem do primeiro módulo do cais do terminal de contêineres, de aproximadamente 20 metros, devendo chegar a aproximadamente 450 metros de cais construído em meados do ano que vem. Na conclusão da primeira fase, em 2026, o cais chegará a 750 metros e, ao final da obra, deve alcançar 1,1 km de extensão.

A quarta frente é a preparação do pátio, com terraplanagem e acessos. “Temos uma estimativa de que, em meados do segundo semestre do ano que vem, já tenhamos também parte de toda essa retroárea construída, de maneira que estejamos preparados para iniciar uma operação mais enxuta”, prevê o diretor de Operações.

Anderson Carvalho destaca que a estrutura portuária da Imetame vai oferecer ao mercado condições de atender navios da nova geração de conteineiros, os chamados navios 366, com 49 a 51 metros de boca e 15,5 metros de calado. Também atenderá o mercado de granel, com navios capesize. “Os grãos, por exemplo, são operados no mundo com navios Panamax, porque a estrutura é para isso, mas esse é um outro segmento que tem uma tendência de crescimento de navio ao longo do tempo”, explica.

Segundo ele, o novo porto já atrai interesse de setores como siderurgia, mineração, rochas, granéis e petróleo. Também há contatos de armadores que querem enviar grandes navios em 2026, além de negociações avançadas para a movimentação de contêineres.

Modernidade no Porto Central

Enquanto o porto da Imetame está em implantação, no Sul do ES há o projeto de um grande terminal que pode chegar a ter até 25 metros de calado. Trata-se do Porto Central, que estará localizado na divisa do Espírito Santo com o Rio de Janeiro, no município de Presidente Kennedy, litoral Sul do Estado.

Com águas profundas e uma área de aproximadamente 2.000 hectares, ele também será capaz de receber os maiores e mais modernos navios do mundo. A previsão é de iniciar as obras ainda em 2024.

A primeira fase do porto vai consolidar o início do desenvolvimento do hub de energia do Porto Central. Um terminal de granéis líquidos capaz de receber grandes navios petroleiros da classe VLCC com capacidade de 2 milhões de barris de petróleo.

“Nosso principal objetivo é ampliar o acesso nacional a uma infraestrutura portuária com qualidade e eficiência, proporcionando excelência logística, melhorando a competitividade do país e atendendo às crescentes demandas do mercado. O porto será implementado em fases, de acordo com a demanda do mercado e dos clientes”, comenta o gerente de projeto do Porto Central, Fábio Cretton.

*Matéria publicada originalmente na revista ES Brasil 221, de maio de 2024. Leia a edição completa aqui

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA