Câmara de Vitória poderá não ter mais pontos facultativos

Foto: Reprodução

Projeto de Lei de autoria do vereador Leonil (PPS) proíbe os pontos facultativos na Casa de Leis

A Câmara Municipal de Vitória poderá não ter mais pontos facultativos. O Projeto de Lei de autoria do vereador Leonil (PPS) surgiu após publicação do Diário Oficial do legislativo no último dia 30 de janeiro.

A publicação avalia que o valor da despesa anual com pessoal em 2018 foi de mais de R$ 19 milhões, representando um custo de R$ 53 mil por dia. 

De acordo com o vereador, no dia 1º de março a Câmara de Vitória decretou ponto facultativo às vésperas do feriado de Carnaval alegando necessidade de limpeza da caixa d’água.

“Temos uma quantidade em excesso de feriados durante o ano em nosso país, sem contar com a farra de pontos facultativos. Isso prejudica a população que paga os seus impostos, precisa do serviço público e não pode contar com ele quando mais precisa”, justificou Leonil.

Ele reforçou que neste ano, há previsão de aproximadamente três pontos facultativos (21/6, 24 e 31/12). Segundo ele, se somado ao dia 1º deste mês, evitaria o desperdício de aproximadamente R$ 212 mil de recursos do legislativo municipal neste ano.

Conteúdo Publicitário