Ponte de Camburi passará por reforma

(Imagem - Google)

A priori, não haverá necessidade de interrupção do trânsito

A ponte de Camburi – nome popular das pontes Ceciliano Abel de Almeida e Petrônio Portela – vai receber obras de recuperação estrutural. Os trabalhos estão previstos para ter início no início de março.

A Secretaria Municipal de Obras e Habitação (Semohab) ficará responsável pela execução das intervenções. A recuperação é preventiva e as obras serão realizadas em suas estruturas para evitar futuros problemas.

As pontes, que interligam os bairros Praia do Canto e Jardim da Penha, vão receber tratamento no aço, recuperação de concreto e do piso da passarela, instalação de novas placas de concreto e estrutura metálica, além da restauração e da substituição do guarda-corpo.

O vice-prefeito e secretário de Obras e Habitação, Sérgio Sá, frisou que as inspeções nas pontes da capital acontecem periodicamente. “Temos um monitoramento sistemático da situação das seis pontes que fazem a ligação entre o continente e a ilha de Vitória. O fluxo de pedestres, ciclistas e motoristas na ponte de Camburi é intenso e as intervenções vão garantir mais segurança a todos que transitam por lá”, disse.

Recuperação estrutural

A Semohab licitou as obras de recuperação estrutural da ponte e da passarela de Camburi. As obras foram licitadas por R$ 641.817,79, com prazo de conclusão de seis meses.

A engenheira e fiscal da obra, Thainara Fernandes, explicou que, inicialmente, não haverá necessidade de interdição para a execução das obras na ponte de Camburi. “Caso seja indispensável algum tipo de interdição na via, ciclovia ou passarela, placas de sinalização serão instaladas nos dois sentidos (Jardim da Penha e Praia do Canto) para informar ao cidadão que ele deverá usar caminho alternativo”, disse.

Ponte Cecicliano Abel de Almeida

A ponte Ceciliano Abel de Almeida foi construída em 1969, no sentido Praia do Canto-Jardim da Penha. Em 2007, ela recebeu obras de reforço estrutural e ampliação do tabuleiro. Em 2015, uma passarela em estrutura metálica foi fixada ao tabuleiro da ponte e utilizada como ciclovia.

A infraestrutura da ponte está saudável e não apresenta necessidade de manutenção em seus tubulões (colunas de sustentação da ponte fixadas no fundo do canal) e blocos de concreto onde o tabuleiro é apoiado.

Na parte inferior do tabuleiro da ponte (estrutura de concreto por onde circulam os veículos), há necessidade de manutenção da estrutura com o jateamento de concreto nas áreas onde ferragens estão expostas.

Na estrutura metálica utilizada como ciclovia, foi apontada a necessidade de substituição de peças metálicas e troca de algumas placas de concreto que formam o piso.

Ponte Petrônio Portela

Construída ao lado da ponte Ceciliano Abel de Almeida, a ponte Petrônio Portela permite o acesso à ilha, com tráfego no sentido Jardim da Penha-Praia do Canto. Ela foi reforçada e ampliada em 2006 e sua estrutura de apoio, o tabuleiro e a passarela, estão em boas condições.

Há necessidade de pequenas intervenções para conter pontos de corrosão e inspeções periódicas para continuar avaliando os efeitos do clima sobre a estrutura.

Conteúdo Publicitário