29.9 C
Vitória
domingo, 23 junho, 2024

Parque Botânico e Reserva da Vale recebem exposição “Folhear”

Casal de artistas Felipe Barbosa e Rosana Ricalde unem arte contemporânea à natureza nos dois espaços de preservação da Mata Atlântica

Por Mariah Friedrich

Com esculturas gigantes de até 10m de largura concebidas pelo casal de artistas Felipe Barbosa e Rosana Ricalde, a exposição “Folhear” chega simultaneamente no Parques Botânico Vale, em Vitória, e na Reserva Natural Vale, em Linhares, na próxima semana, apresentando uma fusão entre arte contemporânea e a exuberância dos ecossistemas. A entrada é gratuita em ambos os espaços.

- Continua após a publicidade -

A experiência artística e natural estará aberta à visitação a partir de domingo (5) e continua até 8 de setembro (quinta-feira), ocupando dois importantes espaços de preservação da Mata Atlântica com esculturas produzidas com folhagens naturais dos próprios locais onde foram montadas.

Em Vitória, o funcionamento do parque é de terça a domingo, das 8h às 17h. A visitação Em Linhares fica disponível também de terça a domingo, das 8h às 16h. As visitas educativas para escolas podem ser agendadas no telefone (27) 9 9252-7525. 

O casal de artistas Felipe Barbosa e Rosana Ricalde, que assina a mostra, são autores de um dos maiores sucessos de público do Museu Vale, a exposição Jardins Móveis, com materiais infláveis, que atraiu mais de 98 mil visitantes em 2017. Desta vez, eles desenvolveram três grandes esculturas – a maior tem aproximadamente 4 metros de altura e 10 metros de comprimento.

Segundo Rosana Ricalde, o maior desafio foi pensar em um trabalho que pudesse usar elementos encontrados nos espaços de preservação, porque os componentes da natureza não são completamente controláveis.

Felipe Barbosa acrescentou que o propósito da exposição é instigar o mistério, a fantasia e a imaginação. “A nossa ideia é que o visitante tenha uma experiência lúdica em harmonia com a paisagem. Queremos abrir um espaço para a imaginação, de modo que cada visitante consiga tomar para si uma narrativa diferente”, diz.

O diretor-presidente do Instituto Cultural Vale e diretor de Clima, Natureza e Investimento Cultural da Vale Hugo Barreto afirma que a exposição aproxima o público de forma lúdica de temas como a a consciência da relação dos seres humanos com a natureza e a importância da conservação dos ecossistemas. 

“Essa integração do Museu Vale ao Parque Botânico e à Reserva Natural Vale, espaços que são referência na preservação da biodiversidade, é muito significativa. Ela reflete a atuação da Vale no sentido de fortalecer cada vez mais uma atuação sustentável e em sinergia com as questões ambientais do nosso tempo”, destaca Hugo Barreto. 

Como parte da programação educativa, a exposição oferece a formação “Fabulando Folhear: entre palmeiras e seres imaginários”, em parceria com a arte-educadora Janaina Melo. Destinada a profissionais da educação, a formação será realizada na segunda-feira (6), de 08h30 às 11h e 13h30 às 16h, no Parque Botânico Vale, em Vitória, com inscrições são gratuitas, pelo site museuvale.org.

A iniciativa propõe o desenvolvimento coletivo de programas de educação relacionados à preservação ambiental e ao lazer, convidando os participantes a explorarem a fabulação e a imaginação.

Serviço

Exposição Folhear
5 de junho (domingo) a 8 de setembro de 2024
Parque Botânico Vale – Av. dos Expedicionários, s/n, Jardim Camburi, Vitória 
Terça a domingo, das 8h às 17h
Reserva Natural Vale – Rodovia BR 101, Km 122 s/n Zona Rural, Linhares
Terça a domingo, das 8h às 16h
Entrada gratuita

Formação de Professores
6 de junho (segunda-feira), 8h30 às 11h e 13h30 às 16h
Parque Botânico Vale – Av. dos Expedicionários, s/n, Jardim Camburi, Vitória 
Inscrições pelo site museuvale.org

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

FIQUE POR DENTRO

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -