29.9 C
Vitória
quinta-feira, 27 janeiro, 2022

Os melhores carros do Brasil em 2020

Leia Também

A versão de cabine dupla tem carroceria de quatro portas – exclusividade entre as compactas vendidas no Brasil

A picape Fiat Strada foi a grande vencedora do Prêmio Caoa Chery Mobilidade Estadão 2020. O evento deste ano, transmitido pela internet, contempla também caminhões e motocicletas, e representa uma evolução da tradicional premiação “Os Melhores do Jornal do Carro”, realizada desde 2006

Nesta edição, além do time de especialistas do “Jornal do Carro” e do “Estradão”, participaram profissionais da equipe editorial do Portal Mobilidade, do “Estadão”. Os vencedores foram definidos pelos votos de cerca de 100 profissionais.

CARRO DO ‘JC’

A Strada faturou o prêmio de “Melhor Picape”, desbancando a Ford Ranger, que é maior e mantinha o título havia oito anos seguidos, e também o de “Carro do Jornal do Carro”. A Fiat estreou nova plataforma, ganhou motor 1.3 e melhores acabamento e estilo.

A versão de cabine dupla tem carroceria de quatro portas – exclusividade entre as compactas vendidas no Brasil. A cabine- simples, por sua vez, tem um espaço extra atrás dos bancos.

Além disso, há novas tecnologias. A Strada foi o primeiro veículo feito no País a oferecer conexão sem fio para celulares Android Auto e Apple CarPlay.

Não por acaso, a picape, que já era a mais vendida do País, viu os emplacamentos dispararem. A Strada foi o carro mais vendido do Brasil em setembro, posição que nunca havia sido conquistada por uma picape.

CONFIRA OS MELHORES VEÍCULOS DO BRASIL EM 2020

MELHOR HATCH COMPACTO

Volkswagen Polo

É tricampeão!

Pelo terceiro ano seguido o Polo garantiu o título de melhor hatch. A premiação é ainda mais emblemática considerando-se que seus principais rivais (Chevrolet Onix e Hyundai HB20) foram completamente renovados. Um dos méritos é a (ainda) moderna plataforma MQB-A0. Entre os destaques estão o painel virtual personalizável, disponível em apenas um concorrente, e itens como quatro air bags de série. A ampla gama de versões vai da 1 0 de até 84 cv à esportiva, GTS, com motor 1.4 turbo de 150 cv.

MELHOR SEDÃ COMPACTO

Chevrolet Onix Plus

Confirmando a liderança

O Onix Plus ganhou de novo. O modelo vencedor do ano passado manteve o favoritismo, mesmo com a chegada de um forte oponente no segmento, o novo Nissan Versa, além do Volkswagen Virtus. Em 2020, nenhum dos competidores conseguiu superar o representante da Chevrolet, nem em vendas, nem no conjunto da obra. Ponto para a boa dirigibilidade e para o pacote de tecnologia, que inclui exclusividades no segmento, como wi-fi a bordo, carregador de celular sem fio e até auxílio em manobras.

MELHOR SEDÃ MÉDIO

TOYOTA Corolla

Muito além da concorrência

Em sua 12ª geração, que chegou em 2019 e destronou o Civic do posto de campeão (que o Honda ocupava havia três anos), o Corolla evoluiu tanto que deixa todos os rivais no chinelo. Além do visual moderno, o Toyota se destaca por itens como os sete air bags de série e a garantia de cinco anos. Mas o maior trunfo é a versão híbrida, exclusiva no segmento. O Corolla é o primeiro híbrido do mundo com motor a combustão flexível. No primeiro semestre de 2021, virá a versão GR-S, com visual esportivo.

MELHOR SEDÃ DE LUXO

Volvo S60

Superando até os alemães

O S60, que já havia vencido entre os sedãs de luxo no ano passado, garantiu o bicampeonato. O Volvo reúne qualidades como estilo atraente, bons custo-benefício, acabamento e oferta de potência, além de tecnologias modernas. Com isso, superou algumas referências do segmento, como o BMW Série 3 e Mercedes-Benz Classe C. Seu sistema híbrido, que gera 407 cv e é econômico, é um dos trunfos. Outro são os recursos de condução semiautônoma, como o de manutenção em faixa com correção da direção.

MELHOR SUV COMPACTO

VW Nivus

Vitória do estilo e da tecnologia

O Volkswagen Nivus trouxe frescor à categoria dos SUVs compactos Em vez do tradicional formato de “caixa”, típico do segmento, a marca inovou ao desenvolver localmente um modelo que mescla características típicas de cupê. Com isso, conseguiu sair do lugar comum e tirou do Hyundai Creta o título de melhor SUV compacto, obtido em 2018 e 2019. O novato suplantou também o “irmão” T-Cross, por estrear trazendo mais tecnologia (como controle de velocidade adaptativo) e custar menos.

MELHOR SUV MÉDIO

Caoa Chery Tiggo 8

Estreante repleto de modernidades

Novato no País, o Tiggo 8 desbancou o vencedor do ano passado, o Toyota RAV4, e deixou para trás também o Volkswagen Tiguan. Embora tenha uma única versão, o SUV de sete lugares da Caoa Chery oferece um pacote invejável de tecnologias e itens de comodidades por um preço atraente, além do bom espaço para pessoas e bagagens. O motor é o moderno 1.6 turbo com injeção direta de gasolina, que gera 187 cv. O câmbio é automatizado de sete marchas e duas embreagens.

MELHOR SUV DE LUXO

Land Rover Defender

Novidade sobre a terra

A Land Rover manteve o título da categoria – apenas trocou de representante. Vencedor no ano passado, o então inédito Velar deu espaço à aguardada nova geração do Defender. O modelo retorna ao mercado brasileiro com toda a capacidade off-road do anterior, mas recheado de tecnologia, inovação e itens de conforto que os demais veículos da marca britânica já ofereciam. As linhas foram modernizadas, mas lembram as do SUV pioneiro. O novo Defender superou oponentes de peso, como os Audi Q7 e RS Q8

MELHOR ESPORTIVO

Porsche 911

Sinônimo de longevidade

A nova geração do Porsche 911 chegou ao Brasil no ano passado, conquistou o prêmio de melhor da categoria e pelo visto gostou de ficar lá. Tanto que desta vez faturou o bicampeonato. O ícone da esportividade automotiva, disponível nas versões cupê e conversível, recebeu um ousado pacote tecnológico sem abandonar a essência que cativa os apaixonados por carros esportivos mesmo com o passar dos anos. No caminho para o topo, o modelo alemão deixou para trás o Jaguar F-Type e o Chevrolet Camaro.

MELHOR HÍBRIDO

Volvo XC40 Hybrid

SUV ‘populariza’ sistema híbrido plug-in

A Volvo cumpriu a promessa de ter ao menos uma versão eletrificada de todos os seus carros vendidos no País. No caso do XC40, SUV de entrada da marca, a representante é a T5 Plug-in Hybrid R-Design, que, segundo dados da fabricante, roda, com um litro de gasolina, 24,5 km na cidade e 22,3 km em rodovias. Para comparação, o XC40 “normal” faz 9,5 km/l e 11,9 km/l, respectivamente. Isso é mérito do bom conjunto que traz motor 1 5 turbo de três cilindros de 180 cv e elétrico de 82 cv. No total, são 262 cv.

MELHOR ELÉTRICO

Audi e-tron

Pioneiro da família estreia com vitória

O e-tron, primeiro Audi 100% elétrico feito em série, traz também inovações pouco comuns, como as câmeras no lugar dos retrovisores convencionais.

O SUV tem um motor elétrico em cada eixo que, em conjunto, geram potência de 408 cv e torque de 57,2 mkgf. A autonomia supera 400 km, segundo a fabricante. O e-tron também é o pioneiro de uma linhagem que já gerou “filhos”, como o Sportback,

e os esportivos e-tron GT e RS e-tron GT. A linha completa deve estar no Brasil no ano que vem.

MELHOR TECNOLOGIA

Porsche Taycan

Em 2019, o Jaguar I-Pace levou o título de Melhor Tecnologia com louvor, sobretudo por causa de seu multimídia. Mas a estreia do Porsche Taycan elevou o padrão da disputa, e o alemão ficou com o topo do pódio. No Taycan, tudo é superlativo. Seu sistema elétrico tem 800 Volts, os dois motores geram até 761 cv (na versão Turbo S, com a função overboost) e o torque é de 107,1 mkgf. Para ir de 0 a 100 km/h, bastam 2,8 segundos. E a marca garante que de 0 a 50 km/h o carro não perde nem para um Fórmula 1.

MELHOR PICAPE

Fiat Strada

Prova de que nem sempre a maior é a melhor

Eis que foi uma compacta a responsável por tirar da Ford Ranger o título de Melhor Picape após oito anos consecutivos. Para garantir a vitória, a Fiat Strada se destacou entre todas as picapes vendidas no Brasil pelas melhorias feitas em sua segunda geração. Há novos visual, motor, plataforma e acabamento, além da inédita versão de cabine dupla com quatro portas, solução inédita no segmento. A Strada deixou para trás, além da octacampeã, a Saveiro, sua rival direta da Volkswagen, e a Fiat Toro, que é intermediária.

Continua após publicidade

Mais Motores

Blogs e colunas