23.3 C
Vitória
quarta-feira, 17 agosto, 2022

Orquestra Sinfônica do Espírito Santo vai homenagear as mulheres

O repertório começará com a obra “Abertura Fausto”, da compositora alemã Emilie Mayer. Foto: Divulgação/Secult

O concerto terá obras de compositoras, participação de solistas mulheres e será regido pela maestrina Cinthia Alireti

Como um presente para as capixabas, a Orquestra Sinfônica do Espírito Santo apresenta nesta quinta-feira (10) uma homenagem ao Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta terça-feira (08). O concerto especial terá obras escritas por compositoras, terá participação de solistas mulheres e será regido pela maestrina Cinthia Alireti.

O evento terá início às 20 horas, no Centro Cultural Sesc Glória, no centro de Vitória. Entre as compositoras apresentadas, estão a alemã Emilie Mayer (1812-1883) e a americana Florence Price (1887-1953), considerada a primeira compositora afro-americana a ganhar status nacional.

Compositoras

Nascida em Little Rock, Arkansas, em 1887, Florence Price ganhou o primeiro prêmio no Concurso Wanamaker com a Sinfonia em Mi menor e, como resultado, tornou-se a primeira compositora de ascendência africana a ter uma obra sinfônica executada por uma grande orquestra sinfônica nacional.

A apresentação também terá obras da americana Marion Bauer (1882-1955), da francesa Cécile Chaminade (1857-1944) e da jovem brasileira, a paraense Cibelle Donza, diretora artística e maestrina da Orquestra Filarmônica MultiArte da Amazônia (Orquestra FILMA), além de regente principal e diretora artística da Big Band Zarabatana Jazz Band. Cibelle Donza também é professora na Escola de Música da Universidade Federal do Pará (UFPA).

Para a maestrina convidada Cinthia Alireti, de São Paulo, uma das grandes vantagens de ser músico é poder dialogar, por meio da música, com compositores e compositoras de diversas épocas e vários países.

“Neste concerto especial dedicado ao Dia das Mulheres, vamos conhecer um pequeno legado deixado por cinco compositoras, além de um panorama da identidade feminina na música de concerto. Apresentaremos obras que trazem a memória de um contexto artístico e social, alguns já bem distantes de nós”, explicou Cintia Alireti.

Repertório da Noite

O repertório começa com a obra “Abertura Fausto”, da compositora alemã Emilie Mayer (1812-1883). Na Europa do romantismo, Emilie Mayer, assim como vários compositores da época dela, foi influenciada pela literatura do escritor Goethe, o que a levou a compor a “Abertura Fausto”. “Porém, no Fausto de Emilie Mayer quem parece ser a protagonista é a Margarida, descrita por meio da música no campo, seguida por um coral religioso e da menção ‘ela foi salva’ no ápice da peça”, contou Cinthia Alireti.

Na sequência, será apresentada a obra “Adoration”, da americana Florentine Price. “Price foi uma compositora negra que viveu até a metade do século 20 e incluía em suas peças referências à cultura rural do sul dos Estados Unidos, onde nasceu. Em sua peça ‘Adoration’, originalmente para órgão, escutamos uma melodia com elementos do ‘negro spiritual’, cantado nas igrejas afro-americanas”, acrescentou a maestrina.

Oboé e Clarinete

A apresentação será finalizada com a obra “Concertino para flauta e orquestra”. Foto: Divulgação/Secult

Em seguida, será executada a obra “Concertino para oboé, clarinete e cordas”, da compositora que viveu na mesma época que Florentine Price, a americana Marion Bauer. “Ela teve um percurso um pouco mais ‘mainstream’ do que Price. Os acordes do seu ‘Concertino para oboé e clarinete’ fazem parte do estilo usado por Aaron Copland, muitos anos depois”, detalhou Cinthia Alireti.

“Seguindo com o concerto, apresentaremos a obra ‘Pasárgada em Noite e Luzes’, da jovem compositora paraense Cibelle Donza. “A peça é uma dança com ritmos brasileiros, com momentos de caráter improvisado, de fugas e de explosões gestuais, ou seja, elementos usados para descrever um mundo utópico, encontrado no poema de Bandeira e num poema de Cibelle”, complementou.

A apresentação será finalizada com a obra “Concertino para flauta e orquestra”, da compositora francesa Camille Chaminade, uma das peças mais populares do repertório romântico para flauta.

Confira a programação:

Concerto da Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (Oses)

Regência: Maestrina Cinthia Alireti (SP)

Data: Quinta-feira (10)

Horário: 19 horas

Local: Centro Cultural Sesc Glória, avenida Jerônimo Monteiro, 428, Centro, Vitória.

Ingressos: R$ 20 (inteira) – R$ 10 (meia)

Compre presencial na bilheteria do Centro Cultural Sesc Glória ou on-line.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade