21 C
Vitória
terça-feira, 16 agosto, 2022

Operação identifica áreas de Mata Atlântica desmatadas no ES

desmatamento mata atlântica
Floresta Amazônica desmatada. Foto: Ibama

Operação Mata Atlântica em Pé autua ilícitos em quatro municípios capixabas: Linhares, Colatina, Domingos Martins e Vargem Alta

Por Munik Vieira

Representantes dos órgãos e instituições que atuam na defesa do meio ambiente no Espírito Santo apresentaram, nessa terça (05), os resultados da Operação Mata Atlântica em Pé – 2021.

A operação identificou áreas de mata atlântica desmatadas ilegalmente no último ano e, além de identificar os crimes, buscou responsabilizar os infratores nas esferas administrativa, civil e criminal em áreas de quatro municípios capixabas: Linhares, Colatina, Domingos Martins e Vargem Alta.

As autuações em terras capixabas somaram mais de R$ 1,1 milhão, de acordo com o relatório apresentado pelo Ministério Público do ES. A operação foi deflagrada em 17 Estados brasileiros que integram o bioma Mata Atlântica no dia 20 de setembro.

Colatina

No município, foram vistoriadas áreas de desmatamento ilegal de Mata Atlântica para conversão em áreas de agricultura. Foram lavradas nove autuações pelo Idaf em função da identificação de desmatamento irregular de 36,5 hectares de vegetação nativa.

Linhares

No local, o principal objetivo do desmatamento ilegal está relacionado à implantação de loteamentos irregulares, tendo sido constatado mais de 150 hectares de áreas de Cabruca com implantação de loteamentos irregulares. Foram lavradas atuações pelo Ibama e pelo Idaf que ultrapassam R$ 640 mil. O Cabruca consiste em um sistema agroflorestal de produção de cacau em consórcio com espécies nativas da Mata Atlântica o que faz com que a mesma também tenha o uso disciplinado pela Lei da Mata Atlântica, Lei nº 11.428/2006.

Domingos Martins, Vargem Alta e proximidades

Nesses locais, foram fiscalizados quatro alvos e lavradas autuações pelo Ibama, Idaf e Iema. Até o dia 29, o Ibama e o Idaf já tinham autuado 4,1 hectares por desmatamento irregular. O Ibama também lavrou dois descumprimentos de embargo em áreas anteriormente autuadas e outras três autuações foram lavradas pelo Iema, referentes à movimentação de solo, terraplanagem, parcelamento do solo e intervenção em Área de Preservação Permanente (APP) junto à loteamento de aproximadamente 4,0 ha. Os valores das multas lavradas nessa segunda etapa somam R$ 496 mil.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade