23.3 C
Vitória
sexta-feira, 10 julho, 2020

Óleo no litoral: estudo informa que peixes podem ser consumidos

Leia Também

CNI: confiança dos empresários da indústria melhora pelo 3ª mês seguido em julho

As expectativas com relação aos próximos seis meses já são otimistas", destacou a CNI, no documento. Confira! Por Eduardo Rodrigues (AE) Após bater no fundo do...

Famílias têm papel fundamental na relação da criança com mundo digital

Rotinas offline ajudam a criança a desenvolver autorregulação. Saiba mais! Durante a pandemia de covid-19, os dispositivos eletrônicos com acesso à internet se tornaram...

Terminam hoje inscrições para o Sisu

Pela 1ª vez, são ofertadas vagas na modalidade a distância. Saiba mais! Estudantes que participaram da edição de 2019 do Exame Nacional do Ensino...

Covid-19: Brasil registra 69,1 mil mortes e 1,75 milhão de casos

Há 632 mil pessoas em acompanhamento e 1.054.043 estão recuperadas. Saiba mais! O Brasil registrou 69.184 mortes em função da pandemia do novo coronavírus. Nas...

Segundo estudo divulgado pelo MAPA, os peixes não sofreram impacto com a presença do óleo no litoral capixaba

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) divulgou um estudo que mostra a qualidade dos pescados nos Estados atingidos pelo óleo no litoral. E no Espírito Santo, os peixes estão próprios para o consumo.

As amostras utilizadas no estudo foram coletadas nos dias 29 e 30 de outubro em estabelecimentos registrados no Serviço de Inspeção Federal (SIF). Na oportunidade, 37 compostos diferentes de Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (HPA), substâncias que indicam a contaminação por derivados de petróleo, foram testadas.

Segundo o superintendente federal do Mapa no Estado, Aureliano Nogueira da Costa, informou que o SIF faz um trabalho rotineiro e, de acordo com o levantamento, não há risco algum nos peixes comercializados no Estado.

“Todos os laboratórios que são enviadas as amostras são credenciadas ao Ministério da Agricultura e não há nada que desabone a qualidade de pescados, moluscos e crustáceos das regiões que foram impactadas pelo óleo”, afirma Costa.

O superintendente reforça que equipe do Comitê de Preparação da Crise, formado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Seama), pela Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura, e Pesca (Seag), pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur), pela Procuradoria Geral do Estado do Espírito Santo (PGE), pelo Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema), pelo Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), pela Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh), pela Defesa Civil do Espírito Santo, pelo Exército Brasileiro, pela Marinha do Brasil, pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) está em constante monitoramento das áreas afetadas.

O óleo chegou ao litoral capixaba por volta do dia 7 de novembro. – Foto: Marinha do Brasil

Óleo no litoral

Fragmentos de óleo foram encontrados nas praias do litoral capixaba. Segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), em São Mateus foram três praias atingidas: Guriri, Barra Nova e Urussuquara. Já em Linhares, as manchas de óleo chegaram nas praias de Pontal do Ipiranga, Povoação, Degredo e Cacimbas.

A Marinha do Brasil informou que também foi encontrado óleo em praias do Nordeste chegaram à praia de Itaúnas, em Conceição da Barra.

Em Vila Velha, um Comitê de Monitoramento previu uma possível chegada do óleo às praias do município e promoveu o treinamento da equipe da Ouvidoria Geral para o atendimento ao cidadão nessa segunda-feira (11).

O coordenador do Comitê de Monitoramento e responsável pela Defesa Civil Municipal, coronel Marcelo D’Isep, orienta a população que identificar possíveis pontos de óleo deve informar o local aos servidores capacitados que irão ao espaço com os equipamentos de segurança apropriados, fazerem o recolhimento.

Leia Também:
Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Saques do auxílio emergencial e do FGTS antecipados. Como fazer?

Muitos brasileiros estão recebendo os valores por meio do aplicativo Caixa Tem. Para isso, algumas fintechs permitem que a transferência seja realizada antecipadamente.

CNI: acordo traz segurança a comércio exterior de produtos brasileiros

CNI comemorou ratificação do Protocolo de Nagoia. Saiba mais! A Confederação Nacional da Indústria (CNI) comemorou a ratificação do Protocolo de Nagoia, aprovada nesta quarta-feira...

Sebrae: cresce interesse por cursos a distância para empreender

Inscrições este ano, até o momento, chegam a 1,5 milhão de pessoas. Saiba mais! O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas...

Nascidos em abril podem sacar primeira parcela de auxílio hoje

Caixa paga terceiro lote do benefício. Saiba mais! Cerca de 400 mil beneficiários do auxílio emergencial, contemplados no terceiro lote do benefício, podem sacar hoje (9) os...

Vida Capixaba

Shopping Vitória realiza liquidação virtual nesta semana

A RED TAG (etiqueta vermelha), uma liquidação virtual dentro da Vitrine SV, entre os dias 8 e 10 de julho.

Webinar aborda a construção em aço na era da Indústria 4.0

A webinar “Construção em aço na era da Indústria 4.0”, que será realizada nesta quinta-feira (09), a partir das 17 horas.

Como fica o tempo nesta semana no Espírito Santo? Veja!

De acordo com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), a previsão é de poucas nuvens e sem chuvas nas regiões capixabas.

Centro de Quarentena começa a funcionar em Vitória

A previsão é acolher cerca de 800 pessoas até o fim do ano. E para atender os pacientes, foi montada uma equipe com 44 profissionais, entre assistentes sociais, técnicos de enfermagem, entre outros.
Continua após publicidade