30.9 C
Vitória
quarta-feira, 20 janeiro, 2021

Pesquisadoras capixabas criam observatório obstétrico com apoio da Fapes e da Fundação Gates

Espírito Santo receberá, em breve, o Observatório Obstétrico Brasileiro para auxiliar os gestores do Estado nas tomadas de decisões que envolvam a saúde materna, fetal e infantil

Por Leulittanna Eller Inoch 

A iniciativa foi selecionada na chamada internacional Grand Challenges Explorations (GCE), lançada em agosto de 2020, e receberá o total de R$ 686,7 mil, resultado da parceria entre a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), a Fundação Bill & Melinda Gates e o Governo Federal.

Desse valor, serão repassados R$ 137,5 mil pela Fapes, R$ 399,8 mil pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e R$ 149,4 mil vêm da Fundação Gates.

A coordenadora da proposta é a professora Agatha Sacramento Rodrigues, do Departamento de Estatística da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Segundo a pesquisadora, os envolvidos no projeto desenvolverão uma plataforma interativa para monitoramento e análise de dados públicos e para disseminação de informações da área obstétrica de todo Brasil.

“Serão disponibilizadas as análises exploratórias dos dados, com visualização on-line, dinâmica e com filtragens escolhidas pelo usuário, além dos resultados de análises e modelos preditivos”, explica.

A página eletrônica do observatório contará com uma seção destinada à criação de indicadores obstétricos obtidos a partir de bases de dados públicas, assim como às análises de associação entre indicadores socioeconômicos e indicadores obstétricos já existentes e os que serão criados. A equipe envolvida na proposta também planeja a produção do livro “Ciência de Dados Aplicada à Saúde da Gestante, Fetal e Neonatal”, que será disponibilizado gratuitamente para disseminar ainda mais o conhecimento gerado.

Agatha Rodrigues também destaca a intenção de avaliar os impactos das pandemias da gripe A, em 2009, provocada pelo vírus H1N1, e da Covid-19, em 2020, causada pelo novo Coronavírus (SARS-CoV-2), assim como identificar as diferenças entre elas e suas consequências na saúde materna e infantil para que seja possível desenhar políticas públicas para crises futuras.

“Por meio da chamada internacional, incentivamos pesquisadores a proporem projetos inovadores para a resolução de problemas em ciência de dados para melhoria da saúde das mulheres, das mães e das crianças no Brasil. Projetos nestes temas possuem grande relevância social, pois proporcionam dados que permitirão definir políticas públicas relacionadas à saúde materno e infantil, sendo estas muito importantes para melhoria da saúde e por consequência da qualidade de vida das mulheres e das crianças”, declarou a diretora técnico-científica da Fapes, Denise Rocco de Sena.

Ciência de Dados para Saúde Materno-Infantil

Foi lançada em agosto de 2020 a chamada internacional “Ciência de dados para melhorar a saúde materno-infantil, saúde da mulher e da criança no Brasil” para financiar propostas inovadores que utilizem análises de bancos de dados e técnicas de machine learning para entender os principais fatores que impactam a saúde materno-infantil, a saúde das mulheres e das crianças no Brasil.

A chamada faz parte do Grand Challenges Explorations (GCE), iniciativa da Fundação Bill & Melinda Gates, que neste edital contou com a parceria do Ministério da Saúde, do CNPq e do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap).

Grand Challenges Explorations

Em 2007, a Fundação Gates lançou o Grand Challenges Explorations para apoio a projetos inovadores em todo o mundo. Duas vezes ao ano, são lançadas chamadas públicas para receber propostas de projetos de alto risco e alta recompensa em diversos desafios propostos. No Brasil, uma parceria com o Confap, por meio das fundações estaduais de amparo à pesquisa, proporciona um aporte financeiro adicional.

Entre os 12 projetos selecionados na Chamada “Ciência de dados para melhorar a saúde materno-infantil, saúde da mulher e da criança no Brasil”, três receberão apoio financeiro das fundações estaduais. Além da proposta contemplada no Espírito Santo, projetos selecionados na Bahia e no Rio Grande do Sul também contarão com financiamento das agências estaduais de fomento à pesquisa.

 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Terminal de Itaparica volta a funcionar segunda-feira

O funcionamento do terminal será retomado na próxima segunda-feira (25)

Joe Biden toma posse como presidente dos EUA

A cerimônia foi realizada com forte esqueça de segurança

Rochas ornamentais: Setor manteve estabilidade em 2020

setor de rochas ornamentais brasileiro mostrou uma capacidade de recuperação impressionante e fechou 2020 com números similares aos obtidos em 2019, numa condição de estabilidade

Série histórica mostra ocupação hoteleira durante a pandemia

Já estão disponíveis no Observatório do Turismo os dados relativos à taxa de ocupação hoteleira relativa ao ano de 2020, nos municípios de Vitória, Vila Velha e Serra

Setor atacadista e distribuidor capixaba capacita mais de mil colaboradores

Essencial para a distribuição de produtos no Estado, setor não parou em 2020; informações estão presentes em relatório divulgado recentemente pelo Sincades

Sicoob inicia 2021 com recordes de movimentações financeiras

Instituição tem atuado para facilitar acesso a produtos e serviços financeiros aos seus mais de 5 milhões de cooperados

ES Brasil Digital

ESBrasil-184 - Retrospectiva
Continua após publicidade

Fique por dentro

Concessão da Codesa: o que muda!

A Federação das Indústrias do Espírito Santo promoveu uma audiência para esclarecer o setor produtivo sobre o processo de desestatização da Codesa, a Companhia Docas do ES

Produção agropecuária de 2020 alcança R$ 871 bilhões

as variáveis determinantes para os resultados estão relacionadas aos preços dos produtos no mercado interno

Balança comercial do agronegócio soma US$ 100,81 bilhões em 2020

esses setores foram responsáveis por 80% das exportações do agronegócio em 2020, contra os 78,9% de participação registrados em 2019

Conab estima colheita de 264,8 milhões de toneladas de grãos

A Conab ressalta que, neste quarto levantamento, houve uma revisão da periodicidade e metodologia do quadro de oferta e demanda de arroz

Vida Capixaba

Prêmio de fotografia ‘As belezas que Anchieta viu’

O Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) divulgou, nesta terça-feira (19), o resultado do prêmio de fotografia “As belezas que Anchieta viu”

Novas espécies de insetos são descobertas no Espírito Santo

Oito novas espécies de insetos foram descobertas na região norte do Espírito Santo

Festival verão sem aglomeração

O Festival de Verão sem Aglomeração acontece de 18 a 23 de janeiro
Continua após publicidade