18.3 C
Vitória
quinta-feira, 18 DE julho DE 2024

Nvidia apresenta planos para futuros chips de IA

Segundo o CEO da Nvidia, as empresas que não adotarem a IA e comprarem chips com antecedência serão deixadas para trás

O CEO da Nvidia, Jensen Huang, anunciou no domingo (2) planos para novos chips aceleradores de inteligência artificial (IA). Nesta segunda-feira, 3, a CEO da Advanced Micro Devices (AMD), Lisa Su, contra-atacou ao também revelar planos para produção futura de semicondutores. As ações de ambas as empresas subiam modestamente no pré-mercado de Nova York.

Na véspera do evento de exibição de eletrônicos de Taiwan, o Computex 2024, Huang falou que a Nvidia lançará os chips Blackwell Ultra em 2025 e uma nova plataforma Rubin em 2026. Ele também apresentou ferramentas de IA para aumentar a modelagem do clima e melhorar a produtividade da fábrica. Tradicionalmente, a gigante dos chips produzia novas plataformas a cada dois anos: Ampere em 2020, Hopper em 2022 e Blackwell em 2024.

- Continua após a publicidade -

O CEO da Nvidia ainda enfatizou no domingo que as empresas que não adotarem a IA e comprarem chips com antecedência serão deixadas para trás e terão dificuldades em controlar a “inflação de computação”, devido ao crescimento constante da necessidade de gerenciar dados.

Hoje, na Computex, a CEO da AMD, Lisa Su, também detalhou planos para lançamentos nos próximos dois anos, afirmando que o acelerador MI325X para data centers estará disponível no quarto trimestre. O MI350, baseado em uma nova arquitetura, será lançado em 2025 e o MI400 em 2026.

No curto prazo, Su destacou os mais recentes processadores móveis de IA para computadores, que devem ultrapassar concorrentes como Intel e Qualcomm ao mesmo tempo que atendem requisitos de Sistem operacionais, por exemplo, o Copilot+ da Microsoft. A série Ryzen AI 300, da AMD, será lançada em julho com parceiros de hardware como Lenovo e HP.

Na esteira dos anúncios, a ação da Nvidia subia 3,04% e a da AMD avançava 1,49% no pré-mercado em Nova York ,às 08h50 (de Brasília). Outros pares do setor – como Broadcom (+1,54%), Intel (+0,49%), Qualcomm (+1,81%), Super Micro Computer (+2,10%) e Micron (+1,66%) – também operavam em alta. Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA