21 C
Vitória
sexta-feira, 19 abril, 2024

Número de novos MEI’s bateu recorde

Número de novos MEIs bateu recorde em janeiro deste ano: foram 312.462 novos empreendedores, a maior série histórica desde 2010

Por Samantha Dias, com informações da Agência Estado

Nos últimos cinco anos, a quantidade de MEIs (Microempreendedores Individuais) praticamente dobrou no Brasil. De acordo com dados divulgados pelo Indicador de Nascimento de Empresas, da Serasa Experian, hoje já são 12,1 milhões de no País.

“Isso não é porque o Brasil virou um celeiro do empreendedorismo ou é um País de oportunidades. Esse crescimento, de forma geral, vem desde esse período porque o País não tem conseguido absorver a massa de pessoas que desejam desenvolver uma atividade produtiva. O Brasil bateu recorde de desemprego, são 14 milhões, e muitas delas acabam indo para o empreendedorismo como alternativa para sobreviver. É o empreendedorismo de necessidade e não de oportunidade”, pontua o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi.

- Continua após a publicidade -

Quando o recorte é feito por setor, o segmento do comércio foi o que mais cresceu no intervalo de um ano, comparando os dados de janeiro de 2020 com os de 2021. Na série histórica, desde 2010, contudo, o setor de serviços foi o principal responsável pelo recorde de abertura de MEIs.

Aumento de confiança

Os microempreendedores estão otimistas para os próximos meses no comércio. O Índice de Confiança de Micro e Pequenas Empresas de abril indica uma alta de 6,6 pontos (depois de cinco meses de queda) e alcança 88,1.

A melhora do índice está relacionada ao Índice de Expectativa de Micro e Pequenas Empresas, que aumentou 10,4 pontos e chegou a 87,1 pontos. O crescimento é influenciado pela expectativa de aumento da demanda prevista para os próximos três meses, que cresceu 11,6 pontos, totalizando 84,8.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA