21 C
Vitória
sexta-feira, 19 abril, 2024

Novos anticorpos atacam até 99% dos tipos de HIV

A pesquisa aconteceu com 24 macacos é foi financiada pelo Instituto Nacional de Saúde dos EUA e uma empresa farmacêutica.

Cientistas criaram um anticorpo que ataca 99% das cepas de HIV e pode prevenir a infecção em primatas. Ele foi desenvolvido para atacar três partes críticas do vírus, que acaba não resistindo aos efeitos do anticorpo.

O trabalho é resultado de uma parceria entre o Instituto Nacional de Saúde (NIH, na sigla em inglês) dos Estados Unidos e a empresa farmacêutica Sanofi. Segundo informações da BBC Brasil, a Sociedade Internacional de Aids classificou a pesquisa como um “avanço emocionante”. Os testes com humanos para tentar prevenir ou tratar a infecção começam em 2018.

- Continua após a publicidade -

Os corpos humanos enfrentam uma difícil luta contra o HIV devido à incrível habilidade do vírus de mutar e mudar de aparência. Essas variações – ou cepas – em um único paciente são comparáveis às do vírus influenza durante um surto de gripe mundial. Assim, o sistema imunológico se vê lutando contra um número imensurável de cepas de HIV.

Superanticorpos

Após anos de infecção, um pequeno número de pacientes desenvolve armas poderosas chamadas “anticorpos de ampla neutralização”, que atacam algo fundamental para o HIV e podem matar grandes extensões de cepas do vírus.

O estudo, publicado na revista científica Science, combina três anticorpos desse tipo em um “triplo anticorpo específico” ainda mais poderoso. Os anticorpos mais fortes que se desenvolvem naturalmente atingem 90% das cepas de HIV.

O experimento, realizado em 24 macacos, mostrou que nenhum dos animais que recebeu o triplo anticorpo específico desenvolveu a infecção quando o vírus foi posteriormente injetado.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA