28.7 C
Vitória
quinta-feira, 1 outubro, 2020

Projeto de Lei Orçamentária é entregue a Ales

Leia Também

Assistente virtual vai tirar dúvidas dos eleitores

TRE-ES apresenta Bel. A assistente virtual irá esclarecer dúvidas sobre a regularidade da situação do eleitor, o número da inscrição eleitoral, o local de votação, dentre outras

Justiça concede liminar suspendendo o retorno às aulas

A juíza Alzenir Bollesi de Pla Loeffler, da 13ª Vara do Trabalho de Vitória, determinou, nesta quarta-feira (30), a suspensão do retorno às aulas presenciais da rede privada do Espírito Santo anunciado pelo governador Renato Casagrande para a próxima segunda-feira (5).

Outubro Rosa: Conscientização sobre o câncer de mama

Começa nesta quinta-feira (01) a campanha Outubro Rosa. Com o tema “Quanto antes melhor”, lançado pela Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), o objetivo da ação é conscientizar a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Em relação ao projeto de lei anteriormente enviado à Assembleia, o valor global da receita, considerando todas as fontes, foi reduzido em R$ 493 milhões.

O Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) do Estado para 2019 foi entregue pelo governador Renato Casagrande ao presidente da Assembleia Legislativa, Erick Musso, nesta terça-feira (08), no Palácio Anchieta. A peça prevê uma receita global de R$ 17,721 bilhões, 5,04% maior do que o Orçamento de 2018.

O valor corresponde à arrecadação direta do Estado, às transferências do Governo Federal e também aos recursos provenientes de operações de crédito com instituições financeiras nacionais e internacionais.

Em transmissão ao vivo feita em sua página oficial, o governador Renato Casagrande explicou os motivos de pedir a Assembleia Legislativa que deixasse a votação do orçamento para 2019. Um deles foi a prudência em aguardar a consolidação do cenário político nacional. “Sentimos a necessidade de, primeiro,  demostrar para a sociedade capixaba a nossa preocupação com 2019, porque é um ano com muitas expectativas, porém com muitas incertezas”. Em relação ao projeto de lei anteriormente enviado à Assembleia, o valor global da receita, considerando todas as fontes, foi reduzido em R$ 493 milhões.

Veja, na íntegra, o pronunciamento.

PLOA 2019

Quatro áreas sociais foram priorizadas com as maiores fatias do orçamento do próximo ano. Serão destinados R$ 2,113 bilhões para a Educação; R$ 1,904 bilhão para a Saúde; R$ 1,837 bilhão para Segurança Pública; e mais R$ 404 milhões para a área de Justiça.

O secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, diz que com os recursos destinados às áreas sociais, consideradas prioritárias pela atual gestão estadual, o governo quer não só garantir o funcionamento regular de serviços, mas avançar em políticas públicas que possam melhorar a qualidade de vida do povo capixaba.

Dos R$ 17,721 bilhões, R$ 15,671 bilhões, competem ao Poder Executivo. Desse volume de recursos, R$ 8,649 bi são destinados a gastos com pessoal (ativo e inativo), R$ 3,542 bilhões para custeio e R$ 1,356 bilhão para investimentos. O ajuste realizado pela atual gestão, explica Álvaro Duboc, torna a peça orçamentária realista, adequando despesas à receita prevista.

O secretário de Estado da Fazenda, Rogélio Pegoretti, diz que o governo fez ajustes levando em consideração a avaliação do cenário econômico e respeitando as metas fiscais. “Os cortes adicionais nas receitas de recursos de operações de crédito, por exemplo, foram necessários para cumprirmos as metas de resultados primários previstos na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). São cortes equilibrados e realistas”, explica.

Duboc diz que o governo fez ajustes levando em consideração a avaliação do cenário econômico, e respeitando as metas fiscais estabelecidas pela Lei de Diretrizes Orçamentárias. Mas deixa claro que, em relação a despesas de custeio e de pessoal, por exemplo, há previsão de valores superiores aos que foram orçados em 2018.

No que diz respeito a investimentos, ele também garante que haverá aumento em relação ao ano passado. Na peça orçamentária para 2019, o valor previsto, de todas as fontes, é de R$ 1,356 bilhão.

O secretário de Planejamento reforça que o Governo do Estado quer concluir todas as obras em andamento. E que os investimentos a serem realizados serão definidos no Planejamento Estratégico do Governo.

Os orçamentos estabelecidos para os demais poderes são os seguintes: Assembleia Legislativa, R$ 214,3 milhões; Tribunal de Contas, R$ 166, 3 milhões; Poder Judiciário, R$ 1,059 bilhão; Ministério Público, R$ 394,7 milhões; e Defensoria Pública Estadual, R$ 57,6 milhões.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Espírito Santo conquista 5º lugar no Ranking de Competitividade dos Estados

O Espírito Santo subiu uma posição e agora está em 5º lugar no Ranking de Competitividade dos Estados, elaborado pelo Centro de Liderança Pública...

Janete de Sá recebe alta da UTI para a Covid-19

A deputada estadual foi diagnosticada com o novo coronavírus e apresentou muita dificuldade de respirar. O quadro clínico evoluiu, mas ela já saiu do estado grave.

Prefeito de Viana testa positivo para a Covid-19

Gilson Daniel, está com a covid-19. Por precaução, a primeira-dama do município, Sídina Delpupo, também realizou o exame e também testou positivo para a doença.

Aprovada a criação do Fundo Municipal de Cultura da Serra

A Lei nº 70/2020, criada por meio da Emenda nº 4/2020, visa a fomentar a produção e circulação de produtos e serviços que usem conhecimento e a produção cultural e artística local.

Governador apresenta potencialidades do Estado a embaixador norte-americano

Durante a reunião, Casagrande apresentou as potencialidades do Estado, destacando a boa geolocalização para o recebimento de investimentos.

Projeto condiciona reabertura das escolas ao controle da pandemia

Segundo o deputado estadual Sérgio Majeski (PSB), autor da proposta, o Estado possui mais de 400 escolas localizadas em todos os municípios, por isso há necessidade desta medida de enfrentamento à pandemia do noco coronavírus.

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Guedes: precatório não é fonte saudável, limpa, permanente e previsível

Temos o direito de examinar do ponto de vista de controle de despesas, o exame não é jamais para financiar programa A ou B", completou ministro

Economia: pedidos de seguro-desemprego caem 11,6% na 1ª quinzena de setembro

O custo de cada parcela adicional é estimado em R$ 8,35 bilhões, segundo cálculos da equipe econômica obtidos pelo Broadcast

‘Vamos fazer programa de substituição tributária’, diz Guedes

Ricardo Barros (PP-PR), afirmou ainda que não haverá aumento de carga tributária na proposta de reforma que o governo construirá

Conab avalia que Brasil terá segunda maior safra de café em 2020

O 3º Levantamento da Safra 2020 de Café, divulgado hoje (22), em Brasília, pela Companhia Nacional do Abastecimento (Conab), foi estimado em 61,6 milhões...

Vida Capixaba

Nova LEI proíbe fumar em parques públicos de Vitória

Agora é lei em Vitória: fica proibido fumar nos parques públicos municipais. Não será permitido o fumo de cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos, narguilés ou qualquer produto fumígeno, derivado ou não do tabaco.

Hoje é dia da moqueca capixaba

A data, 30 de setembro, foi instituída por meio de lei municipal nº 8.313/12 e faz parte do calendário oficial de Vitória

Outubro Rosa 2020: novo formato, mesmo conceito

O movimento oficial Outubro Rosa 2020 chega em novo formato no Espírito Santo, mas com o mesmo conceito: alertar sobre a importância da detecção precoce do câncer. Afinal, a vida mudou. A forma de cuidar dela, não.

Bate-papo sobre “logística reversa”

A Câmara Técnica de Resíduos Sólidos da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – Seção Espírito Santo (ABES-ES) irá promover um bate-papo online na terça-feira (29), às 19h, com o tema “Logística Reversa”.
Continua após publicidade