23 C
Vitória
domingo, 27 setembro, 2020

Nas redes sociais, senadores comentam saída de Deltan Dallagnol da Lava Jato

Leia Também

Volta às aulas: Fim das restrições às aulas presenciais

O anúncio foi feito pelo Governador do Espirito Santo, Renato Casagrande, durante uma videoconferência na tarde dessa sexta feira (25)

Ocupação de UTIs tem risco baixo em 17 estados e intermediário no Espírito Santo

Aumentou de 15 para 17 o número de estados em que a taxa de ocupação de unidades de terapia intensiva para covid-19 é considerada de alerta baixo (menor que 60%) no boletim Observatório Fiocruz Covid-19, divulgado hoje (25).

Jovens surdos e intérpretes buscam ar da inclusão

No Dia Nacional dos Surdos, 26 de setembro, dois jovens surdos e uma intérprete de Libras contam suas experiências de acessibilidade e histórias de vida.

A saída do procurador da República Deltan Dallagnol da coordenação da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba (PR) foi comentada por senadores em publicações na internet

Na maioria, as postagens louvaram o papel desempenhado pelo procurador — que pediu afastamento da operação para dedicar-se ao cuidado da família — na Lava Jato desde 2014.

O senador Alvaro Dias (Podemos-PR), ao anunciar a saída de Deltan no Twitter, indagou se o fato representa “retrocesso” para a Lava Jato. “A ausência de Deltan significará grande desfalque pelo comportamento corajoso e imbatível e pela experiência vivida nesses seis anos de Lava Jato”, disse o senador.

Alvaro também encaminhou mensagem em vídeo em que Deltan explica os motivos de sua saída e declara que a Lava Jato ainda tem muito a fazer.

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) disse na rede social que “enfrentar o sistema corrupto exige coragem e sacrifício não só do combatente, mas de sua família e amigos. Deltan é um herói brasileiro. As mentiras impulsionadas com dinheiro sujo não vão apagar a história.”

Arolde de Oliveira (PSD-RJ) classificou como “seis anos de implacável combate à corrupção” o período de Deltan Dallagnol na coordenação da Lava Jato: “Que Deus o abençoe em nova caminhada sob o contínuo reconhecimento pelos inestimáveis serviços já prestados ao Brasil”, declarou.

Destacando a “sabedoria e tranquilidade” com que Deltan decidiu priorizar a família, o senador Flávio Arns (Podemos-PR) deu os parabéns ao procurador por sua postura correta: “Seu trabalho no combate à corrupção em nosso país é motivo de orgulho e será sempre valorizado por todos nós. Esperamos que você e sua família superem os novos desafios e que a Operação Lava Jato siga firme, sem retrocessos.”

Enquanto isso, o senador Lasier Martins (Podemos-RS) sublinhou os efeitos da saída de Deltan: “Os que temem [a Lava Jato] respiram aliviados, fabricam apelidos na tentativa de desqualificar o trabalho. Os que não temem, agradecem o empenho e esperam a continuidade das ações. Obrigado!”

O senador Major Olimpio (PSL-SP) divulgou sua “tristeza” com o acontecimento, mas disse estar seguro de que “o novo coordenador, Alessandro Oliveira, terá o mesmo êxito e empenho. A Lava Jato deve continuar e cada vez mais forte!”

Por fim, o senador Rogério Carvalho (PT-SE) questionou o papel de Deltan na força-tarefa, afirmando no Twitter que o procurador “disse que entrou na Lava Jato por acreditar num Brasil sem corrupção, mas perdeu a capacidade de transformar este sonho brasileiro em realidade por praticar a corrupção”. Ao cobrar julgamento e punição a Deltan, o parlamentar disse ser necessário impor “limites a quem se julga acima da lei”.

Entenda o caso

A força-tarefa da Operação Lava Jato no Paraná informou no dia 1º que o procurador Deltan Dallagnol vai deixar o comando das investigações após seis anos no cargo. De acordo com nota divulgada à imprensa, Deltan vai se afastar por questões de saúde em sua família.

A vaga de Deltan será ocupada pelo procurador da República Alessandro José Fernandes de Oliveira, que tem atuação no combate ao crime organizado.

No comunicado distribuído à imprensa, o Ministério Público Federal (MPF) afirma que Deltan Dallagnol contribuiu para o combate à corrupção e garante que o trabalho da força-tarefa seguirá da “mesma forma como nos últimos anos”.

“Por todo esse período, enquanto coordenador dos trabalhos, Dallagnol desempenhou com retidão, denodo, esmero e abnegação suas funções, reunindo raras qualidades técnicas e pessoais. A liderança exercida foi fundamental para todos os resultados que a Operação Lava Jato alcançou, e os valores que inspirou certamente continuarão a nortear a atuação dos demais membros da força-tarefa, que prosseguem no caso”, diz a nota.

A saída de Deltan Dallagnol do cargo ocorre no momento em que o procurador-geral da República, Augusto Aras, deve decidir sobre a prorrogação dos trabalhos da força-tarefa e após o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) ter arquivado um pedido de providências protocolado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra o procurador e outros integrantes das investigações.

Dallagnol se manifestou em seu Twitter

Em publicação no Twitter, Dallagnol comentou o assunto.

 

Com informações : Agência Senado e Agência Brasil

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Em meio a ‘atropelo’ de Marco Aurélio, Celso de Mello antecipa retorno ao Supremo

Marco Aurélio antecipou a divulgação de seu voto no qual defendeu a possibilidade de uma oitiva por escrito de Bolsonaro

Doria deseja plena recuperação a Bolsonaro que passou por cirurgia

"Que ele se recupere clinicamente e possa estar em breve de volta às suas atividades", completou governador

TRE-ES recebe lista dos gestores com contas rejeitadas e irregulares pelo TCE-ES

A lista permitirá uma ação concreta do TRE para verificar cada uma das possíveis inelegibilidades dos candidatos

Após derrota por 69 a 0, Witzel vê ‘grande erro’ da Assembleia

Nos próximos passos do processo de impeachment, o Tribunal de Justiça será comunicado oficialmente da decisão da Alerj

Alcolumbre não tem respaldo para reeleição, diz nota da consultoria do Senado

A Corte julgará uma ação que questiona a possibilidade. Alcolumbre tenta aval do tribunal para emplacar sua candidatura.

Simone Tebet: governo falar em imposto novo polui o debate da reforma tributária

"Vamos discutir ISS e ICMS em um segundo momento, quando o governo tiver condições de criar um fundo", disse a senadora

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Agências da Caixa não abrem neste sábado

Diferentemente das últimas três semanas, as agências da Caixa Econômica Federal não abrirão neste sábado (26) para saques do auxílio emergencial e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Economia: pedidos de seguro-desemprego caem 11,6% na 1ª quinzena de setembro

O custo de cada parcela adicional é estimado em R$ 8,35 bilhões, segundo cálculos da equipe econômica obtidos pelo Broadcast

‘Vamos fazer programa de substituição tributária’, diz Guedes

Ricardo Barros (PP-PR), afirmou ainda que não haverá aumento de carga tributária na proposta de reforma que o governo construirá

Conab avalia que Brasil terá segunda maior safra de café em 2020

O 3º Levantamento da Safra 2020 de Café, divulgado hoje (22), em Brasília, pela Companhia Nacional do Abastecimento (Conab), foi estimado em 61,6 milhões...

Vida Capixaba

Cirurgia inédita no Estado para tratar tumores de pulmão

O procedimento é inovador! Chamado de lobectomia uniportal por vídeo, o procedimento será realizado no dia 26 de setembro. 

Farol Santa Luzia e Igreja do Rosário são reabertos com novas regras de visitação

A reabertura dos pontos turísticos capixabas acontece aos poucos e na última quarta feira (23) mais dois, localizados em Vila Velha, reabriram para visitação depois de ficarem fechados por meses, em consequência da pandemia do novo Coronavírus.

Difícil controlar o estresse na pandemia?

Na semana em que se comemora o dia Dia Mundial de Combate ao Estresse (23) resultados de estudos comprovam que nos últimos seis meses, devido à pandemia do COVID, a demanda por medicamentos para estresse, depressão e insônia, aumentou.

Terminam hoje inscrições para II Encontro Capixaba de Pesquisa em Educação Ambiental

Voltado para estudantes, pesquisadores, professores e demais educadores ambientais, o encontro será realizado de quarta-feira (23) a sexta-feira (25) de forma virtual devido às medidas de prevenção ao novo Coronavírus (Covid-19).
Continua após publicidade