21 C
Vitória
terça-feira, 16 agosto, 2022

Na sexta-feira 13, o ‘azar’ é dos gatos pretos

gatos pretos
Foto: Reprodução Pexels

A primeira e única sexta-feira 13 de 2021 chegou. A data é marcada por superstições para algumas pessoas. No entanto, é de perigo real para muitos animais, principalmente gatos pretos.

Por Munik Vieira

A sexta-feira no dia 13 de qualquer mês é considerada popularmente como um dia de azar. Existe uma tradição, especificamente na cultura ocidental, que associa o número 13 e também a sexta-feira ao azar.

Uma das superstições mais conhecidas é “ver um gato preto dá azar”. Em datas como sexta-feira 13 ou Dia das Bruxas, esses animais são perseguidos e nesses períodos as agressões aumentam.

Segundo a protetora de animais Schirley Penutt, do projeto ‘Por Eles-ES’, muitos abrigos tentam não promover adoção nessas datas. “Infelizmente, agressões nesse período acontecem muito. As ONGs costumam não abrir para adoções nesse dia, nem na semana seguinte ou em Halloween. Durante todo o ano, os cães e gatos pretos são os menos adotados e percebemos um aumento da procura nessas datas. Quando promovemos uma feira de adoção, tomamos o cuidado para saber quem está adotando, tem assinatura do termo, obrigações e monitoramos também o pós-adoção. Orientamos os donos de pets pretinhos para não deixarem seus animais soltos nesses períodos”, destaca Schirley.

Origem

A superstição teve origem na Idade Média, quando muitos acreditavam que os bichinhos, por causa dos hábitos noturnos, tinham “parte com o demônio”. E se o gatinho fosse preto, era associado às trevas.

Não existem estatísticas oficiais disponíveis, mas é possível afirmar que o número de gatos maltratados ou mortos é enorme. Outros são sequestrados ou até “adotados” para serem usados em rituais pagãos.

Violência contra animais é crime

Qualquer ato de violência contra um animal é crime. Em setembro de 2020, foi sancionada pelo Governo Federal a Lei que prevê a prisão de dois a cinco anos para quem maltratar cães e gatos, além de multa e proibição da guarda àqueles que cometerem tal prática.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade