21.6 C
Vitória
sexta-feira, 1 julho, 2022

Mistura de artistas: projeto une reggae e jazz

reggae e jazz
Foto: Reprodução

Jahfa e Gabriel Ruy conectam o reggae ao jazz e lançam projeto ‘JAHZZ’, ao lado de Bi Ribeiro, dos Paralamas, Marcelino da Lua, Xande de Pilares e outros nomes

Por Munik Vieira

O primeiro trabalho do projeto JAHZZ é uma releitura do clássico de Paul Desmond Take Five que vai ao ar no próximo dia 19, nas plataformas digitais.

Mistura sonora, improviso, “good vibes” e muito talento. Este é o contexto do JAHZZ , projeto idealizado pelo compositor e percussionista carioca Jahfa e pelo multi-instrumentista capixaba Gabriel Ruy que conecta o reggae ao jazz.

A mistura inusitada ganha vida este mês e conta com parceiros de peso, entre os já confirmados, o baixista Bi Ribeiro, dos Paralamas do Sucesso; o conceituado DJ e produtor musical Marcelinho da Lua, fundador do grupo carioca Bossacucanova; os cantores e compositores Xande de Pilares, a capixaba residente no Uruguai Tamy e Jean Kuperman; e o trombonista Bidu Cordeiro, também dos Paralamas.

O primeiro lançamento do projeto está marcado para o próximo dia 19, sexta-feira, e vai ao ar em todas as plataformas digitais. A estreia será um rearranjo do standard de Paul Desmond Take Five, jazz eternizado pelo quarteto de Dave Brubeck e disseminado pelos maiores músicos da história.

Desta faixa, que conta com produção musical de Marcelinho da Lua e Gabriel Ruy, participam Bi Ribeiro e Bidu Cordeiro, ambos dos Paralamas. Segundo Jahfa, Bi topou participar do projeto com entusiasmo “por ser apaixonado pelo reggae”, bem como por sempre ter aplicado a influência da música jamaicana em suas linhas de baixo.

Show de lançamento

Além da distribuição da primeira música do projeto nas plataformas, a dupla Jahfa e Gabriel Ruy estreia o show JAHZZ no próximo dia 20, no Espaço Skye, em Vila Velha, com a presença de Marcelinho da Lua.

Movimento musical

O projeto JAHZZ, inicialmente, seria um álbum que abarcaria a mistura do reggae com o jazz. No entanto, ao longo do período de pré-produção e após muitas jam sessions, os músicos perceberam o interesse de outros artistas e a necessidade de ampliar o resultado desses momentos.

Foi então que surgiu a ideia de transformar o JAHZZ em um movimento coletivo com potencial para unir compositores, músicos, artistas e produtores musicais de todo o país.

Segundo Gabriel Ruy, além dos já confirmados, novos nomes de peso e surpreendentes vão aparecer no projeto. “Em breve também anunciaremos nosso segundo lançamento. É um movimento com vida longa, muito swing e que vai conectar muita gente”, concluiu.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade