Ministro Lobão e Casagrande participam da abertura da Vitória Stone Fair 2011

O ministro de Minas e Energia, Edson Lobão, e o governador do Estado, Renato Casagrande, acompanhados de lideranças do setor de rochas ornamentais e autoridades abrem nesta terça-feira (15) o primeiro Encontro de Prefeitos dos Municípios Produtores de Rochas Ornamentais do Espírito Santo – Pedra Fundamental, que será realizado dentro da Vitória Stone Fair 2011.

Logo após a abertura, o ministro e o governador farão uma visita oficial aos estandes da feira, que será realizada até o dia 18 de fevereiro, no Parque de Exposições de Carapina, na Serra. A 31ª edição da Vitória Stone Fair contará com 410 expositores, sendo 95 internacionais de países como Itália, Egito, Espanha, França, Portugal, Índia, Argentina, Grécia, Turquia, e outros. A feira ocupará uma área de 36 mil metros quadrados, com uma previsão de mais de 20 mil visitantes de 65 países e de outros estados brasileiros.

Considerada a maior feira de rochas ornamentais da América Latina e uma das mais importantes do mundo pela sua diversidade, a Vitória Stone Fair 2011 vai demonstrar a força do setor brasileiro e o aquecimento dos negócios no exterior, com a presença de grandes empresas nacionais e internacionais, que apresentarão as novidades e a diversidade cultural das pedras ornamentais, da alta tecnologia em equipamentos e de novos insumos. “Além de ser um instrumento indutor do desenvolvimento econômico nacional e capixaba, beneficiando todos os elos da cadeia produtiva, a Vitória Stone Fair deste ano comprova a imagem do Brasil no mundo, pela a diversidade de suas rochas ornamentais e por ser um ambiente favorável para a realização de novos negócios”, ressaltou Cecília Milanez, diretora da Milanez & Milaneze, empresa que realiza o evento.

Para o presidente do Centro Tecnológico do Mármore e Granito (Cetemag) e do Sindicato da Indústria de Rochas, Cal e Calcário do Espírito Santo (Sindirochas), Emic Malacarne Costa, a feira é um evento que reúne todos os envolvidos no processo de produção, extração, beneficiamento e acabamento das rochas ornamentais. “A feira é o principal marketing do setor de rochas nacional. A sua importância vai além de promover a venda dos materiais, ditando a tendência mundial do arranjo. Ela reúne em um só local todo o trade mundial de rochas: empresários dos diversos momentos da atividade, fornecedores e compradores, fazendo uma aproximação”, explicou Costa.

Encontro de prefeitos
Dentre as novidades da feira deste ano, está o encontro Pedra Fundamental, que contará com a presença de lideranças na discussão de melhorias na gestão eficiente dos recursos naturais, além da legislação mineral e geração de emprego e renda no setor de rochas ornamentais.

O evento, que será realizado nos dois primeiros dias da Vitória Stone Fair 2011, contará com a presença de autoridades federais, estaduais e municipais, que visitarão logo depois a exposição. Na parte técnica do encontro, o presidente do Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema), Aladim Cerqueira, falará sobre os aspectos do licenciamento ambiental e as responsabilidades do poder local. Já o diretor-geral do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Miguel Nery, vai traçar ações conjuntas entre o órgão e as prefeituras.

Já no fechamento do Pedra Fundamental, os prefeitos de Cachoeiro de Itapemirim e Vila Pavão, Carlos Casteglione e Ivan Lauer, respectivamente, vão apresentar os benefícios gerados pela atividade mineraria nos municípios, no que diz respeito à extração e ao beneficiamento das rochas ornamentais.

Salto nas exportações
Segundo dados do Centro Brasileiro dos Exportadores de Rochas Ornamentais (Centrorochas) no período de janeiro a dezembro de 2010, as exportações do setor no Brasil somaram US$ 959,1 milhões (equivalentes a 2.239.627 toneladas de rochas) correspondendo a um crescimento 32,4% se comparado ao mesmo período de 2009.

As exportações capixabas apresentaram uma variação positiva ainda maior: US$ 683,5 milhões, equivalente a 1.419.618 toneladas de rochas, um crescimento de 39,4% se comparado com o período de janeiro a dezembro de 2009.

O Espírito Santo é o grande exportador de manufaturados do Brasil, com participação de mais de 92%, tanto em valor quanto em volume exportado. Além de gerar mais empregos e melhores salários para os trabalhadores do setor de rochas ornamentais, os manufaturados possuem agregado ao valor o processo de transformação das rochas, atingindo um preço médio de US$ 800 (mais de R$ 1.300) a tonelada, quatro vezes maior que o valor do bloco.

Referência mundial em mármore e granito, o Estado é líder na produção nacional de rochas, abriga mais de 90% dos investimentos do parque industrial do setor de rochas ornamentais, possuindo um parque amplamente desenvolvido, investimentos em pesquisas geológicas e tecnologias de extração e beneficiamento. O Espírito Santo responde por mais de 70% das exportações brasileiras. O Brasil é o 8º em exportação de blocos e o 5º maior exportador de rochas ornamentais acabadas, com um mercado que movimenta bilhões por ano, incluindo a comercialização no mercado interno e externo e as transações de máquinas, equipamentos, insumos e materiais de consumo e serviços.

Vitória Stone Fair 2011
Data: 15 a 18 de fevereiro
Abertura solene: 15 de fevereiro, às 16h30, no auditório do Pavilhão 4
Horário: 13 às 20 horas (acesso até às 19h)
– A feira é promovida pelo Sindicato da Indústria de Rochas, Cal e Calcário do Espírito Santo (Sindirochas) e pelo Centro Tecnológico do Mármore e do Granito (Cetemag) e realizada pela Milanez & Milaneze.