23.9 C
Vitória
domingo, 28 novembro, 2021

Aumentam as vendas e lançamentos imobiliários na GV

Pesquisa da Ademi-ES e Sinduscon-ES indica retomada do mercado da Grande Vitória que lançou 2.434 unidades entre os meses de julho e dezembro de 2018

O segundo semestre de 2018 foi bastante positivo em relação às vendas e aos lançamentos imobiliários capixaba. A pesquisa “Indicadores Imobiliários” avaliou o desempenho do setor entre julho e dezembro e comprova a retomada do segmento.

O levantamento foi elaborado pela Brain – Bureau de Inteligência Corporativa, em parceria com as entidades locais Ademi-ES e Sinduscon-ES. E aponta que o mercado da Grande Vitória lançou 2.076 unidades no primeiro semestre de 2018. Já entre os meses de julho e dezembro foram ofertadas 2.434 unidades. Essa diferença representa um crescimento de 17,25%.

A cidade com maior volume de unidades lançadas foi Vila Velha (944). Em seguida, Serra (672), Viana (344), Vitória (276) e Cariacica (198). Destaque para Viana e Cariacica, que não apresentaram lançamentos no primeiro semestre, mas no segundo chegaram a representar 22,27% do volume lançado na região metropolitana.

Lançamentos imobiliários

Os imóveis com perfil econômico, preços até R$ 190 mil (1.358), foram a principal aposta. Em segundo lugar os produtos de médio padrão, com preços variando entre R$ 190 mil e R$ 400 mil (489). Juntos, eles corresponderam a 75,88% do total lançado no período de julho a dezembro.

A pesquisa “Indicadores Imobiliários” também sinalizou um crescimento das vendas de 17%. No segundo semestre foi registrada a comercialização de 2.276 unidades, enquanto que no primeiro foram 1.885. Neste caso, os imóveis mais vendidos tinham preços entre R$ 190 mil e R$ 700 mil em diferentes pontos da Grande Vitória.

Para o presidente da Ademi-ES, Sandro Carlesso, o resultado da pesquisa confirma que a causa para essa retomada é uma somatória de fatores. Redução das taxas de juros, melhora no crédito para financiamento, aumento da confiança do consumidor e da estabilidade política trouxeram a melhoria.

“A tendência é que a velocidade das vendas ganhe um ritmo ainda maior em 2019. Caso isso se confirme, acreditamos que teremos um ciclo mais consistente de lançamentos, inclusive nos municípios de Serra, Cariacica e Viana, que possuem áreas com capacidade para receber grandes projetos imobiliários. Vitória e Vila Velha deverão concentrar oferta de novos produtos em regiões mais consolidadas”, destaca Sandro.

Carlesso destaca que esse crescimento se mostrou tanto no ponto de vista do aquecimento das vendas, como também com relação à oportunidades de investimentos.


LEIA MAIS

Mercado imobiliário volta a inspirar confiança

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade