18.8 C
Vitória
quinta-feira, 17 junho, 2021

Megarrotatoria será construida na Serra

A Prefeitura da Serra acaba de dar início à construção da Rotatória do Ó, a maior da Serra, que vai agilizar a vida de 4 mil motoristas que circulam por ora na região de Parque Residencial Laranjeiras. A intervenção foi eleita obra da cidade, por meio do Orçamento Participativo.

Para o prefeito da Serra, Audifax Barcelos, a construção da Rotatória do Ó, além de ser realizada em um centro econômico de grande importância para o município, também terá influência em outras regiões, já que as avenidas ligadas à rotatória se conectam com as principais vias do município, além de afetar positivamente o trânsito que vem de Laranjeiras e que segue para o Civit II.

De acordo com a secretária de Desenvolvimento Urbano da Serra, Mirian Soprani, a obra vai desafogar o trânsito na região, agilizar a ligação entre os terminais de Laranjeiras e Jacaraípe e acabar com os estrangulamentos de trânsito que acontecem no local, principalmente nos períodos da manhã e da tarde.

“Além de ter o resultado imediato de melhorar o trânsito no local, retirando ônibus e caminhões da rotatória, o projeto é a primeira etapa para a implantação do corredor exclusivo de ônibus na Serra”, comenta Mirian.

Várias melhorias também serão realizadas para os pedestres por meio das obras. O projeto prevê calçada e ciclovia que vai da Avenida Eudes Scherrer até a Av. Talma Rodrigues Ribeiro, passando inclusive pelo entorno da Rotatória do Ó e pela Av. Copacabana, com extensão total de 4,1 km.

“Neste momento, será realizada a primeira etapa de implantação da faixa exclusiva para transporte público coletivo”, explica o secretário de Obras da Serra, Zacarias Carraretto. Ele acrescenta que a rotatória vai melhorar a fluidez do trânsito e garantir mais segurança para todos que circulam pela região.

No decorrer da intervenção, algumas vias serão interditadas parcial ou totalmente. Nesses casos, haverá sinalização para orientar os motoristas. Por hora, a construção não está interferindo no trânsito.

A obra, cuja extensão é de 2,7 km, começou na última segunda-feira (3) e tem prazo de execução de dois anos.

Investimento

O investimento é de cerca de R$ 40 milhões para construir três mergulhões na nova megarrotatória do Hospital Dório Silva, conhecida como Rotatória do Ó, três faixas em sentido único para veículos em geral e duas faixas de mão e contramão exclusivas para o transporte coletivo.

As duas passagens inferiores que ligam as avenidas Eudes Scherrer e Talma Rodrigues Ribeiro têm a extensão de 400 metros. Além disso, a passagem inferior que dá acesso à avenida Copacabana tem 180 metros, totalizando, assim, 580 metros de pista nas rampas do interior da rotatória.

O projeto prevê, ainda, a construção de um estacionamento público, uma praça e uma pista de skate, na parte central da rotatória, que, hoje, é um terreno vazio.

Conheça o projeto:

– Faixa exclusiva de ônibus terá extensão de 2,2 km, sendo 1,2 km do Terminal de Laranjeiras até a rotatória, e 1 km da Rotatória do Ó à rotatória em frente à empresa Viminas;

– A Av. Copacabana será duplicada, com inclusão de calçada e ciclovia no trecho entre a entrada de Morada de Laranjeiras e a rotatória, com extensão de 500 metros;

– A entrada da Eudes Scherrer para a rotatória terá cinco pistas, sendo duas exclusivas para transportes coletivos e três para tráfego regular;

– A saída para a Av. Talma Rodrigues Ribeiro terá quatro pistas, sendo duas exclusivas para transportes coletivos e duas para tráfego regular;

– A saída para as avenidas Copacabana e Paulo Pereira Gomes terá duas pistas e, ao final da obra, serão três pistas em cada sentido;

– Haverá, ainda, um estacionamento público, uma praça e uma pista de skate, na parte central da rotatória que, hoje, é um terreno vazio.

 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade