Manifestações a favor da educação é realizado em Vitória

Foto: Gilson/Tijuco Imagem

Um grupo se reuniu na Ufes e outro na praça do Ifes, em Vitória

Estudantes, professores e profissionais ligados à educação foram às ruas em protesto contra o corte de verba para as instituições de ensino anunciadas pelo governo Bolsonaro.

Atos foram registrados em ao menos 136 cidades de 25 estados e do Distrito Federal. No Espírito Santo, dois grupos se manifestaram. A concentração começou às 16h30 dessa quinta-feira (30).

Um se reuniu em frente ao teatro da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e o outro na praça ao lado do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). Ambos saíram em caminhada pela cidade.

Os estudantes também se concentraram a partir das 16h30, na praça de Jucutuquara, em frente ao Ifes. – Foto: Aline Pagotto / Next Editorial

Esta é a segunda vez que os manifestantes vão às ruas. O primeiro protesto foi no dia 15 de maio, quando o ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou os bloqueios das verbas de recursos tanto da educação básica quanto das universidades federais no começo de abril.

MOTIVOS
  • O governo federal contingenciou R$ 5,8 bilhões da educação, devido ao decreto publicado em março, bloqueando R$ 29 bilhões do Orçamento 2019;
  • Desse valor, R$ 1,704 bilhão recai sobre o ensino superior federal;
  • Desta forma, a Capes suspendeu a concessão de bolsas de mestrado e doutorado em maio;
  • Os cortes e a suspensão motivaram os protestos de 15 de maio e ;
  • Após os atos, o governo disse que liberaria mais recursos para a educação, mas manteve o corte já anunciado em março;
  • Com os protestos, o Conselho Nacional dos Direitos Humanos recomendou que o governo reveja os bloqueios.


Leia mais:

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!